A Secretaria de Saúde de Florianópolis fez uma atualização sobre equipamentos de proteção individual indicados para a população. Com a nova atualização, a orientação é para que seja usada máscara cirúrgica com máscara de pano/tecido por cima, ou máscara N95/PFF2 em ambientes fechados, caso a população tenha disponível.

A recomendação da equipe técnica é baseada em protocolos internacionais de combate ao novo coronavírus e levam em conta a possibilidade de contágio por novas variantes de Covid-19, que se mostram ainda mais transmissíveis.

 

 

Diferente de um ano atrás, a produção dessas mascaras aumentou, melhorando a disponibilidade e preço, e reduzindo a chance de escassez para profissionais de saúde.

Para a melhor proteção é preciso garantir que a máscara cubra nariz e boca. A troca é recomendada sempre que estiver úmida, suja ou danifica.

A Secretaria de Saúde também orienta que a população utilize máscara cirúrgica por baixo e máscara de pano/tecido por cima e sempre nesta ordem. As máscaras cirúrgicas podem ser usadas por até 4 horas seguidas, se estiverem em boas condições.

Para o cuidado e limpeza da máscara de pano, é preciso armazená-la em embalagem até a hora da lavagem.

As máscaras N95/PFF2 devem ser guardadas em envelope de papel limpo e arejado, e não deve ser utilizado saco plástico fechado, também não pode ser dobrada ou amassada. O descarte deve ser feito se a máscara estiver molhada, suja, com qualquer odor desagradável, afrouxamento das alças/clip ou danificada. A máscara N95/PFFE não deve ser utilizada com qualquer outra por baixo ou sobre ela.