Em notificação extrajudicial, o prefeito Gean Loureiro solicitou que a Agência de Regulação de Serviços Públicos de Santa Catarina (Aresc) determine o desconto de 50% na cobrança de esgoto, realizada pela Casan, durante os próximos 90 dias, aos moradores atendidos pelo Sistema de Esgoto da Lagoa da Conceição.

Os outros 50% deverão ser utilizados pela Casan para implantar o programa “Trato de saneamento pela Lagoa”, nos moldes do “Trato pelo Capivari” já realizado nos Ingleses.

“Se houve falha em um serviço pago pelos moradores, é justo que recebam um ressarcimento em forma de desconto. Mais do que isso, queremos uma resposta rápida para a Lagoa da Conceição aumentando ainda mais a fiscalização em ligações irregulares”, explicou o prefeito Gean Loureiro.

O pedido se dá em razão dos extravasamentos da rede elevatória de esgoto da Casan na lagoa, identificados em vistoria técnica realizada na manhã desta terça-feira pela Blitz Sanear, formada por fiscais e técnicos da da Secretaria de Infraestrutura, FLORAM, Vigilância Sanitária, Casan e ECHOA Engenharia, empresa responsável pelos programas Floripa Se Liga Na Rede e Trato Pelo Capivari.

Testes com corantes identificaram problema

Nesta quarta, a Prefeitura de Florianópolis também autuou a Companhia de Água e Saneamento em 3,2 milhões por crime ambiental.

Testes com corantes foram feitos em dois pontos na região central do bairro, e os dois apontaram a contaminação da lagoa, ocasionada por falha na operação do sistema e consequentemente, o lançamento de esgoto na rede de drenagem pluvial.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp