Durante live, realizada no final da tarde desta terça-feira (27), o Governo de Criciúma apresentou o Plano de Desenvolvimento Econômico (Pedem) e o processo de elaboração do documento, que levou cerca de nove meses.

O evento foi transmitido via Youtube, pelo canal do Sebrae, e reuniu representantes do poder público, empresários de diversos segmentos e demais autoridades.

O documento engloba as principais adversidades e oportunidades de seis eixos: cerâmica, moda, comércio, tecnologia, construção civil e educação, este último é transversal, ou seja, perpassa todos os outros. Além disso, apresenta projetos e soluções para atender as demandas de cada segmento.

“Somos um celeiro de exportador de mão de obra qualificada, mas agora queremos também que esses profissionais permaneçam aqui e tenham a oportunidade de trabalhar em grandes empresas. Por isso, desenvolvemos o Pedem para atrair mais investidores, impulsionar a nossa economia local e fortalecer as empresas daqui”, destacou o prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro.

Entrega

Mais cedo, por volta das 13h30, foi entregue o plano em uma versão impressa para representantes de diversos segmentos e do Sebrae. O encontro ocorreu na Sala de Atos e contou também com a participação do prefeito Clésio Salvaro e do vice Ricardo Fabris.

Construído por muitas mãos

O Pedem vem sendo desenvolvido há nove meses, com a colaboração do Sebrae, de diversas instituições e empresas. “Só temos a agradecer essa iniciativa do poder público de Criciúma, que se preocupou em realizar várias reuniões e escutar cada segmento desta cidade para garantir um futuro e presente ainda melhor para a nossa cidade”, disse o presidente da Acic, Moacir Dagostin.

Benefícios à cerâmica

Antes mesmo da conclusão do documento final, uma série de medidas já foi colocada em prática e discutida. Entre elas, a implantação de mais gás natural na cidade e a facilitação de exportação de cargas no Porto de Imbituba, favorecendo principalmente o setor cerâmico.

“Esse projeto é fundamental para o futuro de Criciúma. Vai nos preparar muito bem para o futuro, atrair mais investidores e solucionar algumas adversidades que enfrentamos”, comentou presidente do Sindicato das Indústrias de Cerâmica de Criciúma e Região (Sindiceram), Otmar Josef Muller.

Sebrae

O Governo de Criciúma aderiu 45 projetos de inovação na área econômica do Sebrae. Entre eles, o Pedem. “São iniciativas de incentivo e apoio ao empreendedorismo e aos comerciantes e empresários instalados em Criciúma. Agora, o nosso papel é ajudar a tirar todas essas ideias do papel, como já vem sendo feito, e garantir um futuro ainda mais promissor para o município”, declarou o gerente regional sul do Sebrae, Murilo Gelosa.


Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp