O prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt (sem partido), realizou nesta sexta-feira (8) uma série de anúncios para a área da educação, entre eles benfeitorias nas escolas municipais, aquisição de equipamentos e concessão de abono salarial para professores e coordenadores que atuam na rede de ensino da cidade.

Neste sábado (9), segundo Hildebrandt, será autorizado o início das obras de ampliação da EBM Bilíngue Prof. Fernando Ostermann, no bairro Boa Vista, com investimento de R$ 703 mil. Ainda no mesmo dia, ocorrerá a entrega da reforma da cobertura da EBM Anita Garibaldi, na Itoupava Central. Outras duas unidades também receberão melhorias em breve: a EBM Profª. Hella Altenburg, no bairro Do Salto, e a EBM Pastor Faulhaber, no Ribeirão Fresco.

EBM Bilíngue Prof. Fernando Ostermann l Foto Divulgação/Prefeitura de Blumenau

Durante a ocasião, a Prefeitura de Blumenau divulgou a aquisição de mais de 100 parques infantis, lousas digitais, 349 novos computadores para as secretarias das escolas e centros de educação infantil (CEIs), e 126 novos tablets que darão suporte no controle da alimentação escolar. Além disso, a Secretaria Municipal de Educação destinará R$ 1 milhão para compra de novo mobiliário, como armários, carteiras e cadeiras.

Outra novidade anunciada pelo prefeito foi o "Cartão Gestão Escola", criado para a execução de pequenos reparos nas unidades educacionais. Por meio do cartão, os gestores poderão fazer investimentos de até R$ 16 mil anuais, garantindo mais agilidade e menos burocracia no processo de execução das manutenções.

 

Foto Michele Lamin/Prefeitura de Blumenau

Para valorizar os profissionais da rede municipal, a Prefeitura concederá uma gratificação para os coordenadores, que deverão optar pela Hora Planejamento ou por uma Função Gratificada de 40%, cerca de R$ 970 por mês. Já os professores receberão abono de R$ 15 por dia letivo em sala de aula para carga horária de 40 horas e proporcional para as demais jornadas. Os valores serão válidos para efetivos e temporários, e contarão de forma retroativa a 2019. O pagamento deve ocorrer em dezembro, mas depende de aprovação pela Câmara de Vereadores.

Quer receber as notícias no WhatsApp?