Na tarde dessa segunda-feira (14), a Prefeitura, através da Secretaria Municipal de Assistência Social e Habitação, realizou uma roda de conversas sobre violência de gênero. O bate-papo ocorreu no Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) e foi mediado pela psicóloga da Delegacia de Proteção à Criança, Adolescente, Mulher e Idoso (Dpcami), Maira Marchi Gomes.

Na próxima sexta-feira (18), será realizada uma roda de conversas para os profissionais da rede sócio assistencial de Biguaçu para debater sobre o trabalho em rede de atendimentos às vítimas de violências. O evento acontecerá às 14h, no auditório David Crispim Corrêa, na rua Hermógenes Prazeres, Centro.

Em Biguaçu, o atendimento de crianças e adolescentes vítimas de violências física, psicológica e sexual é realizado através do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS). Juntamente com a Secretaria de Educação, a Assistência Social realizará atividades de prevenção à violência durante o ano em quatro escolas do município.

O dia 18 de maio é o Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes, instituído pela Lei Federal nº 9.970/2000. A data deve-se a um crime ocorrido em Vitória (ES) no ano de 1973, conhecido como "Caso Araceli", que era uma menina de 8 anos de idade raptada, estuprada e morta.

Não se cale diante da violência, denuncie: disque 100, Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos. As denúncias poderão ser anônimas ou, quando solicitado pelo denunciante, é garantido o sigilo da fonte das informações.

*Com informações da Prefeitura de Biguaçu