A Prefeitura de Jaraguá do Sul e o Comitê Extraordinário anunciaram dois importantes reforços no enfrentamento ao coronavírus no município.

Uma delas é o Semáforo Covid-19, um sistema que se baseia em todas as informações que envolvem a pandemia, como número de casos, número de pacientes em tratamento, disponibilidade de leitos e, sobretudo, nos índices de propagação da doença.

Ele apontará de forma objetiva quais as medidas necessárias. Outra ação confirmada no combate ao coronavírus é a testagem de três mil pessoas assintomáticas.

Elas serão escolhidas em todos os bairros do município, conforme perfil científico necessário, e os resultados darão um panorama ainda mais completo da situação. As duas iniciativas ocorrem em parceria com a Católica.

O que é o Semáforo Covid-19?

O Semáforo Covid-19 é um painel, com quatro níveis de cores: verde, amarelo (alerta), laranja (risco médio) e vermelho (risco alto).

Esse monitoramento é diário e feito com base em dois critérios: propagação da doença e capacidade de atendimento do serviço de saúde.

Dentro desses critérios são avaliados nove indicadores, que incluem, por exemplo, número de novos casos de covid-19, de óbitos e taxa de ocupação nos leitos de UTI.

Com isso, o município faz um retrato da situação para que a população veja de forma clara em que nível a cidade se encontra. Para cada um dos níveis, são apontadas quais as medidas de controle que precisam ser adotadas.

“As decisões serão tomadas de acordo com cada um dos níveis. Muda a bandeira, mudam as ações. É o que vínhamos fazendo, mas dessa forma acreditamos que fica mais fácil para todos entenderem e, consequentemente, haverá maior engajamento, o que é essencial”, diz a presidente do Comitê, Emanuela Wolff.

O resultado (a cor) é decorrente da média ponderada do peso (nota) de nove indicadores.

Atualmente, Jaraguá do Sul está no nível vermelho, o que motivou a Prefeitura a adotar uma série de medidas novas de restrição desde a última semana, como a suspensão do transporte coletivo, fechamento de parques, bares, proibição de missas e de treinamentos, assim como o reforço expressivo da fiscalização.

Para o prefeito Antídio Lunelli, tanto o semáforo quanto a ampliação da testagem são medidas eficientes no controle da pandemia.

Ele diz ainda que somadas às últimas decisões anunciadas, essas ferramentas devem auxiliar para que o Município faça um controle mais eficiente e que assim consiga fazer a curva de contágio começar a cair nas próximas semanas.

“Estamos em uma dura batalha. Fazendo de tudo, tudo mesmo, primeiro para salvar vidas, e, segundo, para ao mesmo tempo manter a economia em pé. Nos últimos dias apertamos as regras, fortalecemos a fiscalização e restringimos a circulação e hoje lançamos mais duas importantes medidas. Somos uma cidade inteligente, de pessoas comprometidas. Podemos vencer esta guerra mais rápido se cada um fizer a sua parte”, diz o prefeito Antídio Lunelli.

O que significa cada nível

Verde: situação absolutamente sob controle, sem pandemia.

Amarela: alerta nível 1 - demonstra que a situação está fora da normalidade. Nesse estágio, todos os estabelecimentos que estiverem funcionando devem adotar as medidas de precaução anunciadas e orientadas, cumprir todas as orientações do protocolo de responsabilidade sanitária e social.

Laranja: alerta nível 2 – risco médio de alerta, onde haverá restrições a funcionamento de serviços e do comércio e áreas que propiciam a aglomeração de pessoas.

Vermelha: alerta nível 3 – risco alto, havendo necessidade de mais medidas de restrição à circulação de pessoas, reforços nas ações de fiscalização e controle diário, podendo haver necessidade de fechamento total e manutenção apenas dos serviços essenciais.

Pesquisa com testagem de assintomáticos

Nos próximos dias também será iniciada a primeira etapa de um total de 3.000 testes para diagnóstico de Covid-19 em pessoas assintomáticas, ou seja sem sintomas, de diversos bairros do município.

A ação se soma aos testes diários em assintomáticos que já estão sendo realizados no laboratório municipal.

O secretário de Saúde, Alceu Moretti, explica que as pessoas serão escolhidas segundo critérios técnicos da equipe responsável pela testagem, avaliando faixa etária, sexo, comorbidade, local de residência, entre outros fatores.

Quer-se, com essa ação, ter um panorama ainda mais preciso de como está se comportando o novo coronavírus na cidade e quais as regiões mais afetadas.

“Queremos ter mais informações e assim teremos mais assertividade nas ações”, afirma Moretti.

Serão 1.500 testes na primeira etapa da ação e, depois, em um intervalo de 10 a 20 dias, a segunda etapa, com mais 1.500 testes.

 

 

Com informações da assessoria de imprensa

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul