O Prefeito de Criciúma, Clésio Salvaro, confirmou na manhã desta quarta-feira, dia 14, que as obras de macrodrenagem no Pio Côrrea devem continuar nesta quinta-feira (16), mesmo que o Governo do Estado não repasse os recursos, o órgão municipal assumirá os pagamentos.

 

A paralisação dos trabalhos ocorreu devido a falta de recursos oriundos do Governo Estadual, esses pagamentos deveriam ter sido feitos em agosto e setembro deste ano.

 

Em um vídeo publicado nas redes sociais o prefeito Clésio Salvaro relata que este atraso pode ser devido a questões de políticas partidárias.

 

“Eu espero governador, que você mande imediatamente pagar as medições que já estão paradas lá no Governo do Estado há um bom tempo, sob pena, de nas próximas semanas eu levar este assunto ao Tribunal Regional Eleitoral por conta do abuso do poder político, uma tentativa de estelionato eleitoral na cidade de Criciúma,” disse Clésio.

 

O prefeito ainda relata, que a partir de amanhã o secretário de Obras de Criciúma está autorizado a conversar com a empresa e retornar os trabalhos.

 

O secretário de Estado da Infraestrutura e Mobilidade em Santa Catarina, Thiago Vieira, também se pronunciou sobre as obras de macrodrenagem no Pio Côrrea, segundo ele, o assunto está envolvendo muitas fake news.

 

“A obra da macrodrenagem está dentro de um grande pacote que só em 2022 fez o maior aporte de recursos da história de Criciúma. Em março deste ano foram repassados mais de R$ 2 milhões para a obra na conta da Prefeitura de Criciúma. A segunda parcela, contendo mais R$ 2 milhões foram repassados em abril. Como a prefeitura não havia feito a prestação de contas, a terceira parcela não pode ser realizada. Para a realização do recurso é preciso o comprovante da prestação de contas e ele foi apresentado apenas em agosto”, finaliza Thiago.