Na manhã desta quinta-feira (8), o prefeito de Joinville, Adriano Silva, tomou a primeira dose da vacina contra a Covid-19, na Central de Imunização, localizada no Centreventos Cau Hansen.

Assim como milhares de moradores de Joinville, ele fez a doação de alimentos para a campanha Doses de Bondade.

Na sequência, apresentou os documentos para os servidores que trabalham no acolhimento e se dirigiu a uma das salas de imunização. A segunda dose ficou agendada para daqui 90 dias.

“Eu vi muita gente sendo vacinada e se emocionando, e posso dizer que quando acontece com a gente nos emocionamos, porque isso nos dá esperança. O importante é estar imunizado, é estar seguro”, afirmou o prefeito.

Adriano Silva aproveitou para reforçar que “quando você agendar, receba a vacina que está à disposição e não perca a oportunidade de ser vacinado para aumentar a segurança da sua saúde”.

Em Joinville, mais de 7,3 mil pessoas agendaram a vacinação, mas não compareceram para tomar o imunizante na data reservada, o que representa cerca de 2,7% do total de joinvilenses contemplados.

A gerente de Vigilância em Saúde da Prefeitura de Joinville, Fabiana Fernandes de Almeida, explica que isso pode estar relacionado com diversas situações. “A pessoa pode ter esquecido a data do agendamento, não conseguido comprovar a situação do grupo prioritário pela falta de documentos, estar doente ou não ter aceitado a vacina que estava disponível no momento. A orientação é que a pessoa tome a vacina que estiver sendo aplicada no momento, pois todas foram aprovadas pela Anvisa e têm eficácia comprovada”, salientou.