Prédio que abrigou a escola Canguru não será tombado e deve ser demolido

Prédio que abrigou a escola Canguru não será tombado e deve ser demolido Prédio que abrigou a escola Canguru não será tombado e deve ser demolido

Cotidiano

Por: Natália Trentini

quinta-feira, 08:00 - 08/02/2018

Natália Trentini
Foi autorizada nesta quarta-feira (7) em votação do Comphaan (Conselho Municipal do Patrimônio Histórico, Cultural, Arqueológico, Artístico e Natural) a reversão do processo de tombamento de parte do imóvel que abrigou o Centro Educacional Canguru. Quer receber as reportagens do OCP Online pelo whatsApp? Basta clicar aqui A estrutura, localizada por 55 anos no número 538 da rua Coronel Procópio Gomes de Oliveira, deverá ser demolida assim que o alvará for emitido pela Prefeitura. Dos 12 conselheiros que participaram da reunião para avaliar o pedido impugnação apresentado pela família, 10 foram favoráveis. De acordo com a presidente do conselho, Natália Petry, os proprietários alegaram que o imóvel passou por inúmeras modificações com o passar do tempo, o que descaracterizou o valor histórico. “A maioria dos conselheiros, após visita in loco, perceberam essas inconsistências no histórico do imóvel”, ressaltou Natália, que destacou em entrevista anterior à coluna que os processos de tombamento serão mais “minuciosos”.
Localizado por 55 anos no número 538 da rua Coronel Procópio Gomes de Oliveira, imóvel deverá ser demolido | Foto Eduardo Montecino/OCP
De acordo com histórico assinado pelo historiador Ademir Pfiffer, a residência em alvenaria foi construída em 1962, pelo casal Hélio e Nadir Velho Moreira, que morou por anos no local. Em 1995, a família Bizatto se tornou proprietária do imóvel e começou a funcionar ali o Centro Educacional Canguru. No final do ano passado, a instituição anunciou o encerramento das atividades após 26 anos de atuação em Jaraguá do Sul. LEIA MAIS: - Prédio da antiga Sebus começa a ser demolido após autorização do Comphaan
×