Mais autonomia, acesso aos serviços básicos e liberdade para construir o seu próprio futuro. Enfim, diginidade. Esses são os principais objetivos do Porta a Porta, um programa realizado pela Prefeitura de Florianópolis em parceria com a Associação Florianopolitana de Deficientes Físicos (Aflodef) por meio de convênio.

A iniciativa atende pessoas com deficiência física que residem em áreas de difícil acesso onde o transporte convencional não consegue chegar, devido a serem áreas muito elevadas e, portanto, de difícil acesso e locomoção dos cadeirantes.

Após cadastro, quem é cadeirante pode utilizar o serviço para consultas médicas, atividades escolares, de esporte e trabalho | Foto PMF/Divulgação

Desde dezembro de 2017, quando o convênio entre a Prefeitura de Florianópolis e Aflodef foi firmado, 6,9 mil atendimentos foram realizados. Desse total, 2 mil se referem ao primeiro semestre deste ano.

Essa parceria entre a administração municipal e a Associação possibilitou a ampliação da frota, que antes do convênio, de dois veículos, passou a atender com mais cinco, totalizando sete automóveis.

Capital lidera ranking de praias acessíveis

Cadeirantes podem aproveita as praias acessíveis com o Porta a Porta | Foto PMF/Divulgação

Além de acesso aos serviços básicos, os cadeirantes que desejam aproveitar as praias acessíveis, também podem contar com o Porta a Porta. Florianópolis é a cidade catarinense com o maior número.

São nove no total: Jurerê Internacional, Ingleses, Ponta das Canas, Barra da Lagoa, Joaquina, Campeche, Lagoa do Peri, Armação e Cachoeira do Bom Jesus.

A iniciativa faz parte do programa Floripa dáx um banho, realizado pela Secretaria de Turismo, Tecnologia e Desenvolvimento Econômico da Prefeitura de Florianópolis, em parceria com a iniciativa privada e Corpo de Bombeiros Militar.

Como solicitar o serviço

Após cadastro, quem é cadeirante pode utilizar o serviço do Porta a Porta para deslocamento para consultas médicas, atividades escolares, de esporte e trabalho.

Mais informações sobre o funcionamento do projeto e cadastro, a Aflodef disponibiliza o (48) 3228.3232.

Quer receber as notícias no WhatsApp?