Para muitos os itens da rifa "A Fazendinha", da Escola Municipal Bairro Bortolotto, são inusitados. Mas na realidade, a agricultura familiar é muito forte no município e gera emprego e renda para centenas de famílias.

A cidade conta com 295,061 quilômetros quadrados de área territorial e são muitos os itens da gastronomia produzidos nas propriedades de famílias e empresas.

Todos os prêmios da rifa foram doados por pais e amigos da escola.

"A nossa cidade sempre se destacou na agricultura e por isso resolvemos valorizar esses produtos. Estamos felizes, não só com os valores arrecadados que vamos poder investir na nossa escola, mas também estamos mostrando para todo o Brasil a agricultura rica que temos", comenta a diretora da escola, Jussara Sávio.

A lista é grande de produtos que estão nas cozinhas dos cidadãos neovenezianos e nas mesas dos restaurantes da cidade. Embutidos, laticínios, vinhos, sucos, licores, cachaças, doces e geleias.

"A nossa agricultura é muito rica. Muitos pratos que os turistas provam e se encantam vem da agricultura familiar. E isso é muito gratificante, porque nós conseguimos ver e conhecer de perto os produtores e sabemos da procedência de qualidade de cada animal e produto que está chegando na mesa das pessoas", ressalta o Secretário de Agricultura, Edgar Preis.

O município conta com a Cooperativa de Produção Agroindustrial Familiar de Nova Veneza (Coofanove), que possui mais de 70 associados que comercializam seus produtos em diversos mercados e restaurantes em todo o estado de Santa Catarina.

Além disso, a prefeitura possui parceria com 60 famílias que garantem parte da merenda escolar para a rede municipal de ensino.

"Nós possuímos em nosso município grandes empresas, mas também muitos pequenos produtores que fortalecem a nossa economia. E ter parcerias que promovam a qualidade na alimentação das nossas crianças é uma iniciativa que vem dando certo, porque as crianças comem alimentos de qualidade e geram renda para as famílias", pontua o prefeito Rogério Frigo.