Nas primeiras horas de funcionamento do PEV, população realizou o descarte de materiais | Foto Eduardo Montecino/OCP News
Nas primeiras horas de funcionamento do PEV, população realizou o descarte de materiais | Foto Eduardo Montecino/OCP News

Em menos de três horas de portão aberto, o PEV (Ponto de Entrega Voluntária) já havia sido utilizado pelos jaraguaenses para o descarte de materiais.

Apesar da garoa que caía, três pessoas utilizaram o local em pouco mais de duas horas, contou Jonathan da Maia, funcionário designado para atender a população no local.

“Agora é só o começo, quando engrenar vem bastante gente. É um local que não tinha e vai ser bem aproveitado porque muita gente jogava esse material em terreno baldio”, diz.

O presidente da Fujama, Normando Zitta, destaca que o objetivo do local é, justamente, evitar que as pessoas descartem incorretamente esses materiais.

“Estamos dando mais uma oportunidade e é importante frisar que estamos fiscalizando esses descartes irregulares. Hoje a população não tem desculpa para não fazer o descarte corretamente”, ressalta.

 

 Você conhece os podcasts do OCP?

Assine e receba novos episódios todos os dias

Apple Podcasts | Spotify |
Soundcloud

 

Zitta explica que, em princípio, o PEV não receberá resíduos da construção civil, materiais tóxicos e podas de árvore, ficando o espaço destinado ao descarte de materiais volumosos como móveis velhos, geladeiras, eletrônicos, pilhas e lâmpadas.

“Existe um controle na entrada com preenchimento de identificação e placa do veículo. Com isso, conseguimos dar um ponto para que a população possa descartar corretamente os materiais”, completa.

Avaliação contínua

Neste primeiro mês, afirma o presidente da Fujama, haverá essas três restrições e será realizada uma avaliação para identificar a necessidade de ampliar os materiais que podem ser descartados no PEV.

“Será pelo menos um mês de funcionamento para avaliação. Depois podemos fazer pequenos ajustes e uma nova verificação para possível adoção de outras políticas”, explica.

Segundo ele, a demanda existe e prova disso é a quantidade de material recolhido na ação “Bota Fora”, quando cerca de 650 toneladas de material foram recolhidas, entre maio e agosto de 2018 nos bairros do município.

Além disso, a quantidade de materiais depositados nos rios e terrenos baldios também sinaliza a necessidade do local apropriado para descarte.

O horário de funcionamento é de segunda a sexta-feira, das 7h às 19h e nos sábados, das 8h às 14h.

O endereço do PEV é rua Leocádio Rodrigues (Vila Lenzi), entre as ruas Goiás e Erich Aben, próximo da Arena Jaraguá.

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?