A Polícia Civil concluiu a investigação por incêndios criminosos ocorridos na localidade de Molha Côco, na madrugada de quinta-feira, em Timbé do Sul.

Os crimes teriam sido realizados durante a madrugada. A investigação levantou provas, inclusive com a confissão da suspeita nos últimos instantes do levantamento policial. A mulher disse que continuaria a cometer crimes semelhantes.

Na sexta-feira (13), houve a representação do delegado Lucas Fernandes da Rosa pela prisão preventiva da mulher, que foi analisada pelo Ministério Público e deferida pela autoridade Judicial de Turvo.

A investigação foi feita pela DPMu de Timbé do Sul, com o amplo apoio da Equipe de Investigações da DPCo de Turvo/SC.

Ainda durante a sexta-feira, as equipes da Polícia Civil de Timbé do Sul e Turvo, de posse do mandado de prisão, conseguiram localizar a suspeita em uma residência de Araranguá, e com o apoio do delegado Bruno Sinibaldi e agente da Central de Plantão de Araranguá, realizaram a prisão. Ela foi encaminhada ao Presídio Regional de Araranguá.

A mulher responderá criminalmente pelos danos e incêndio causados, visto que é a terceira vez que é indiciada pela Polícia Civil por crimes semelhantes, sendo que já havia sido presa em flagrante em uma primeira oportunidade e indiciada em inquérito policial na segunda vez.