Os policiais militares da Companhia de Policiamento com Cães (Canil) de São José estão de luto. Na última sexta-feira (18) eles foram surpreendidos com a morte do cão Aramis, um Pastor Belga de Malinois, de 8 anos, fiel companheiro de trabalho.

Quer receber as notícias no WhatsApp? Clique aqui

Aramis faleceu em decorrência de complicações cardíacas, após quase uma década de bravos serviços prestados em ações de segurança pública. Seu destaque era em atuações do que os policiais militares chamam de k9 - controle de distúrbios civis e faro de drogas.

Aramis era uma fera nestas operações. Ele nasceu em 8 de agosto de 2010 e, ainda filhote, iniciou o treinamento. O 2º sargento Aldir João Pereira, o cabo André José Matilde e, atualmente, o cabo André Alexandre Kreich, que foram seus condutores, eram provas de suas boas atuações.

Para marcar a despedida do fiel companheiro de trabalho, os policiais participaram de uma cerimônia, onde Aramis recebeu as homenagens e honras pelos excelentes serviços prestados em prol da segurança pública. Em seguida, ele foi cremado no Garden Pet Crematório de Animais, em São José.

A Companhia de Policiamento com Cães, conhecido como Canil Central, funciona em São José tem agora 36 cães. Outras 18 unidades (chamados de canis setoriais) dão suporte em todo o estado.

O cabo Fischer, que atua no canil central, resume numa frase a importância de Aramis. “Cães são anjos disfarçados que vêm à Terra para mostrar aos homens o que é fidelidade”.