O pequeno Ravi Wessler Soethe tem somente três meses, mas precisa muito da solidariedade das pessoas que tiverem condições de ajudá-lo, mesmo com pouco, pois o resultado final pode ser extremamente positivo.

Ele mora no bairro São Martinho, em Tubarão.

Ravi nasceu com 41 semanas de parto normal, mas teve uma complicação e veio ao mundo sem oxigênio, o que originou sequelas e paralisia cerebral.

Um dos problemas é que o pequeno não consegue engolir, pois possui gastrostomia.

Ravi precisa de medicamentos, realizar vários exames e tratamentos, como fisioterapia, fonoaudiologia e terapia ocupacional.

Esperança

“Se conseguirmos avanços, temos muita de que ele poderá sentar e brincar com a família e, se Deus quiser, um dia poderá caminhar”, espera a mãe do pequeno, Joice Wessler, de 22 anos.

Ravi ficou internado durante três meses, logo após seu nascimento, toma muitos medicamentos e está em casa somente há duas semanas.

Tempo integral

A família não tem condições financeiras para arcar com as despesas.

A mãe não trabalha fora, pois fica em casa para cuidar do pequeno.

O pai atua como vendedor.

Como ajudar o Ravi:

Agência: 3540-8

Conta: 18249-4 variação 51

Cliente: Ravi Wessler Soethe

Banco do Brasil

Mãe: Joice Wessler

Tubarão-SC

Fonte: Notisul