Em atividade há um mês, a operação “Patrulha Coronavírus”, composta por 20 equipes, formadas por fiscais da Secretaria da Saúde e da Secretaria de Agricultura e Meio Ambiente já inspecionou cerca de 3,2 mil estabelecimentos autorizados a funcionar durante a pandemia da Covid-19.

Somando as ações realizadas no começo de abril, antes da implantação da Patrulha, o balanço totaliza a fiscalização em 4,6 mil estabelecimentos. A ação tem o objetivo de verificar o cumprimento das medidas protetivas contra a proliferação do novo coronavírus.

De acordo com a gerente da Vigilância Sanitária de Joinville, Edilaine Pasquali, nesta primeira etapa do trabalho, o objetivo das visitas foi verificar o cumprimento das normativas aplicáveis a cada atividade específica. Já no início do mês de junho, a operação “Patrulha Coronavírus” deve iniciar a segunda fase de fiscalizações.

“Assim que concluirmos os roteiros nos bairros, a Patrulha voltará aos estabelecimentos e o não cumprimento já resultará em advertência e fechamento por 48 horas”, alerta Edilaine.

 

Além disso, se após o primeiro fechamento ainda houver reincidência, o estabelecimento poderá ter suas atividades suspensas até o final da pandemia.

Ainda segundo Edilaine, embora a maior parte das pessoas e dos empresários estejam engajados no cumprimento das medidas protetivas, alguns problemas ainda são encontrados pelas equipes de fiscalização. Entre eles estão a não utilização da máscara, a aglomeração de pessoas em locais fechados e o não distanciamento de 1,5 metro de raio entre as pessoas durante as refeições, em locais como restaurantes, lanchonetes e similares.

“Locais como bares, restaurantes e praças de alimentação em shoppings centers e centros comerciais, são os que exigem maior fiscalização. Algumas oficinas mecânicas também estão sendo mais problemáticas e oferecem resistência aos cuidados”, completa.

Orientações e denúncias

Os estabelecimentos que tiverem dúvidas sobre as normativas estabelecidas pelos decretos e portarias em vigor, podem solicitar informações pelo e-mail vigilanciasanitaria@joinville.sc.gov.br.

Casos de descumprimento das normas de prevenção à Covid-19 podem ser denunciados pelo telefone 151, das 10h às 16h, ou registrados junto à Ouvidoria do município, por meio do site da Prefeitura de Joinville.

Outro canal é o Web-Saúde, disponibilizado pela Secretaria de Saúde, pelo whatsapp. As mensagens de áudio, texto ou vídeo podem ser enviadas pelo número 3481-5165, de segunda a sexta-feira, das 7h às 22h.

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul