O empenho do Governo do Estado em manter os serviços essenciais à população no período de paralisação dos caminhoneiros foi recompensado na madrugada de terça-feira (29), em Florianópolis. Acostumada a atendimentos de urgência e emergência, uma equipe do Corpo de Bombeiros foi acionada para atender uma gestante em trabalho de parto.

Procurado pela família, a equipe da viatura de Auto Socorro com os bombeiros militares soldados Reginato e Jean, e cabo Amorim verificou que não haveria tempo para chegar ao hospital e iniciou os procedimentos para amparar a mãe e auxiliar o nascimento da criança.

O parto foi realizado na casa da paciente, que deu à luz a um menino, batizado com o nome de Haylan. Os bombeiros fizeram os processos de bloqueio e corte do cordão umbilical, aqueceram a criança e entregaram para a mãe. Após o socorro, mãe e filho foram encaminhados para uma avaliação médica em uma unidade hospitalar da Capital.

Lages

Amparo em Lages. Foto: Arquivo pessoal.

Em Lages, outros dois bebês nasceram amparados pelo Corpo de Bombeiros Militar. O primeiro chamado para auxílio à gestante foi na noite do último sábado (26). Quando a guarnição chegou ao local, o bebê tinha acabado de nascer com ajuda de familiares.

Os bombeiros fizeram uma avaliação da mãe e da criança e iniciaram os primeiros procedimentos utilizando o kit de parto. O cordão umbilical foi bloqueado com uso do “Clamp” e cortado. Depois, mãe e bebê foram encaminhados ao Hospital Tereza Ramos em Lages.

O segundo bebê nasceu 12 horas depois, já na madrugada de domingo (27), no Bairro Vista Alegre auxiliado pela mesma guarnição que ainda estava de serviço.