A ideia é relativamente simples. Por meio da ampliação da calçada a partir da implantação de um conjunto de itens que podem conter: bancos, floreiras, mesas, cadeiras, guarda-sol, espaço para bicicletas, é possível ressignificar um espaço público, proporcionando lazer, convivência e recreação para a população.

Todos esses elementos compõem uma estrutura chamada parklets, que a curto prazo, busca gerar gentileza urbana e incentivar a mobilidade sustentável no ambiente urbano.

Um dos cases de implantação de parklet na Capital é o da Fábrica Working Bar, localizada na Travessa Albertina Ganzo, Centro. Para garantir acessibilidade à estrutura, a calçada em frente ao estabelecimento foi reformada e readequada de acordo com o manual Calçada Certa, da administração municipal. Foram colocados amplos bancos e canteiros no local próximo ao estabelecimento.

A ideia dos parklets surgiu paa aproximar as pessoas que circulam pelos espaços públicos | Foto PMF/Divulgação

“Aderimos a ideia do parklet pois acreditamos que iniciativas como essa fazem com que as pessoas se sintam parte da cidade, tornando o espaço público mais humano e colaborativo, além de trazer mais segurança para as ruas através do seu uso,” relata Julia Prado, sócia do estabelecimento.

Mesmo sendo implantado por uma pessoa física ou empreendimento da iniciativa privada, o local é público.

“A ideia dos parklets surgiu como uma forma de ampliar a oferta de espaços públicos, tendo o intuito de aproximar as pessoas que circulam pelo local e pelos espaços públicos” explica o Diretor Geral do Instituto de Planejamento Urbano de Florianópolis, Jardell Farias.

Como aderir à Rede de Espaços Públicos

O mantenedor, com é chamado o proponente interessado em instalar o parklet, deve primeiramente, consultar a viabilidade de localização da estrutura no Pró-Cidadão.

Mesmo sendo implantado por uma pessoa física ou empreendimento da iniciativa privada, o local é público | Foto PMF/Divulgação

Com a localização aprovada, o requerente deve solicitar à Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, a autorização de instalação, junto com o termo de cooperação, projeto do parklet, termo de responsabilidade técnica, cessão do direito de uso de imagem e cópia de toda a documentação, consulta de viabilidade de localização aprovada e resposta do Ipuf ao memorial justificativo.

O projeto deve seguir as diretrizes do Manual de Parklets, que pode ser acessado no site da Prefeitura de Florianópolis pelo link bit.ly/ManualDeParklets.

Receba as notícias do OCP no WhatsApp: