Uma paralisação geral dos trabalhadores da Enfermagem pelo piso salarial será realizada nesta quarta-feira, a partir das 8h, em Criciúma, na Praça Nereu Ramos.

Serão 24 horas de protesto que devem parar técnicos, auxiliares e parteiras dos hospitais da região, que são os trabalhadores beneficiados com o piso aprovado em lei. Os enfermeiros com graduação recebem acima do piso.

A manifestação repudia a suspensão do pagamento do piso dos profissionais da Enfermagem e visa pressionar o Congresso Nacional e o Governo Federal a definirem imediatamente as fontes de custeio do piso salarial.