Foto Arquivo OCP News
Foto Arquivo OCP News

O que era para ser um momento de celebração virou o início de um pesadelo na vida da bailarina Laura Flores.

Hoje com 40 anos, Laura viu a virada do ano de 2004 para 2005 se transformar em um momento inesquecível, mas não por conta dos fogos que estouravam no céu de Florianópolis enquanto ela andava com os pais à beira-mar e sim porque foi ali, na areia da capital catarinense, que ela começou a perceber os primeiros sintomas de um diagnóstico que viria menos de dois meses depois.

A Síndrome de Susac é considerada muito rara e Laura recebeu a notícia que ninguém espera: está no pequeno grupo de pessoas acometidas pela doença autoimune.

Causada por um ataque do próprio sistema imune do organismo contra outros tecidos do corpo, a Síndrome de Susac é diagnosticada após a constatação de uma tríade de sintomas: encefalopatia, oclusões arteriais da retina e perda auditiva.

Laura conta que já sentia fortes dores de cabeça há cerca de três anos quando os demais sintomas se manifestaram, fazendo com que ela tivesse o equilíbrio e até mesmo a memória. Bailarina profissional desde 1996 e professora de dança, ela diz que receber o diagnóstico foi como se “literalmente eu perdesse o chão”.

“Era como se eu tivesse batido de frente, muito forte, contra um muro de pedra. Até eu reconstruir os caquinhos, demorou”, relembra.

Demorou, mas Laura conseguiu. Oito anos após ser diagnosticada, ela lançou seu primeiro livro, o “Dança das flores: a bailarina que perdeu o equilíbrio”, uma clara alusão ao momento pelo qual passava.

Evento terá dança e palestra

Agora, mais de uma década depois de conviver com a Síndrome de Susac, Laura lança sua segunda obra, “Dança das Flores: inspirando vidas”, que faz parte do projeto que leva o mesmo nome. O lançamento em Jaraguá do Sul acontece neste sábado (1ª), às 19h30, na Escola de Dança Dançar a Dois, no Centro.

Para ela, a dedicação à literatura tem uma razão de ser: ajudar as pessoas a partir do seu exemplo de vida e superação.

“Não quero ser um exemplo, mas quero que as pessoas usem como exemplo todo o processo de superação. Não foi fácil. Agora, os livros e o projeto são sempre visando auxiliar pessoas, sendo uma fonte de inspiração”, ressalta.

Com grande expectativa para o lançamento, Laura conta que sua segunda obra tem a participação de diversos convidados. “É um livro totalmente motivacional que tem na poesia, uma maneira de contar um pouco sobre história e superação”, adianta.

Foto Eduardo Montecino/OCP News

O lançamento vai contar ainda com apresentação de dança, na qual Laura dança com seu partner. “Eu estou muito animada, vou dançar com meu parceiro no lançamento. Já tivemos apresentação no lançamento em Florianópolis”, conta. Na capital, o livro foi lançado no dia 22 de novembro.

O evento de lançamento terá ainda uma pocket palestra na qual Laura irá dividir com o público a experiência vivida desde que os primeiros sintomas surgiram, até a superação e a dedicação à literatura.

Serviço

O quê: Lançamento do livro “Dança das flores: inspirando vidas”

Quando: sábado, às 19h30
Onde: Escola de Dança Dançar a Dois, rua Reinoldo Rau, 289, sala 102, Centro

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?