A pandemia do coronavírus, aliada a fatores como desemprego, isolamento social e incertezas do atual momento, pode provocar sérios problemas na saúde mental da população.

Este cenário fica ainda mais preocupante com pessoas que perderam entes queridos para a Covid-19 e para quem já tem histórico de transtornos mentais.

Para ajudar neste atendimento, a Prefeitura de Jaraguá do Sul conta com o Plantão de Orientação Coronavírus, que também realiza o acompanhamento mental dos familiares de pacientes que morreram por causa da doença respiratória.

Este serviço está disponível para toda a comunidade desde o início da pandemia e pode ser solicitado ligando para o 0800-6438089, onde o munícipe deve informar que gostaria de receber atendimento de suporte mental ou emocional.

A equipe agendará uma consulta no Centro de Atenção Psicossocial (Caps II) ou no Centro de Atenção Psicossocial Infantojuvenil (Capsi), de acordo com a necessidade do usuário.

O primeiro atendimento pelo serviço de saúde mental será realizado pelo telefone e, a partir desta avaliação inicial, o profissional encaminhará a pessoa ao tratamento, que poderá ser mantido por telefone ou passar a ser presencial.

Casos de transtorno mental se agravaram

A psicóloga do Capsi, Tais Danni, explica que os Centros de Atenção, incluindo o AD (Álcool e outras Drogas), recebem as demandas mais graves de transtorno mental ou de situações de sofrimento no município.

Nestes casos, segundo ela, não houve um aumento significativo no número de pacientes novos por conta da pandemia.

"No entanto, percebemos que há um agravamento nas situações que já atendemos, pessoas que têm transtornos depressivos há muito tempo e agora os sintomas ficaram piores, por exemplo", aponta.

Tais explica que o isolamento pode intensificar quadros de sofrimento e desestabilizar os pacientes, como dependentes químicos que tiveram recaída neste período.

"Temos um crescimento da ansiedade de modo geral, casos mais leves ou moderados, mas esses são atendidos na Atenção Básica", completa.

Como buscar atendimento

  • O Caps AD atende demanda espontânea, isto é, as pessoas podem procurar o serviço direto sem necessitar de encaminhamento. Local fica na rua João Picolli, 488, Centro. Telefone para contato: 3370-5693;
  • Para o Capsi e Caps II, é necessário um encaminhamento médico. Desta forma, primeiro o usuário deve buscar a unidade básica de referência em saúde;
  • Casos de ideação suicida não precisam de encaminhamento e podem procurar os serviços diretamente;
  • Toda a população pode solicitar acompanhamento pelo Plantão de Orientação Coronavírus, no 0800-6438089.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul