O padre suspeito de ter cometido crime sexual com um adolescente de 13 anos foi ouvido pela Polícia Civil na tarde desta terça-feira (31). O caso foi registrado na em uma paróquia de São Joaquim, na Serra Catarinense e envolveu um pároco de 41 anos que é suspeito de adquirir fotos do adolescente com cunho sexual. O advogado do padre, Marcelo Menegotto, confirmou ao portal G1 que Joacir Xavier foi ouvido pela polícia, mas não comentou mais detalhes sobre o depoimento. O pároco foi afastado e espera o procedimento da denúncia começar. O advogado também enfatizou que não houve contato físico entre o padre e o garoto. De acordo com o delegado Diego Azevedo, o padre alegou, em depoimento, que achava estar falando com outra pessoa e que não sabia que era menor de idade. Segundo Azevedo, o padre confirmou que enviou a mensagem e as fotos que foram tiradas do quarto dele. O adolescente também já foi ouvido pela Polícia Civil e disse que o pároco pediu que enviasse fotos do seu órgão genital e que recebeu imagens com o mesmo conteúdo. O delegado aguarda o laudo do Instituto Geral de Perícias (IGP). O padre deverá ser indiciado por adquirir cena pornográfica envolvendo adolescente, crime previsto no Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA). Veja mais em: Padre é suspeito de cometer crime sexual com adolescente de 13 anos.