As folhas secas começam a cair com mais intensidade, apesar do calor atípico dos primeiros dias - Foto: Eduardo Montecino/OCP Online
A estação marcada pelas folhas secas e pela queda gradual da temperatura começa oficialmente à 1h30 deste domingo (20), porém, o calor permanecerá e é bom separar o guarda-chuva, porque a meteorologia aponta temperaturas entre 20 graus centígrados e 32 graus centígrados, com mau tempo à tarde e à noite.
A Epagri/Ciram indica que o domingo terá temperaturas variáveis entre 19ºC e 31ºC em Jaraguá do Sul, com sol entre nuvens pela manhã, possibilidade de pancada de chuva isolada à tarde e à noite, mais umidade de 96%.
O Climatempo apresenta previsão de 22 ºC até 31 ºC e também aponta o início da manhã com sol, nuvens e chuvas vespertinas e noturnas.
O meteorologista Clóvis Roberto Levien Correa, da Ciram-Epagri, atesta que em 2016 está previsto que as chuvas devem ocorrer acima da média histórica ao longo do outono. “Este ano o fenômeno El Niño provocará chuvas acima do normal do que a nossa média histórica”, declara. “Em Jaraguá do Sul, essa entrada de outono será com mais nebulosidade, com tempo mais fechado”, ratifica. Ele exemplifica que o chamado “veranico de maio” pode ocorrer em abril também, resultado das mudanças climáticas verificadas nos últimos anos. Ainda segundo Clóvis Correa, os efeitos do El Niño eventualmente serão influenciados por massas de ar frio e provocará geadas, apesar de reconhecer que “as previsões não tem como fechar 100%”.
Defesa Civil terá oitava estação hidrometeorológica
Segundo o secretário de Defesa Civil e presidente da Fujama (Fundação Jaraguaense do Meio Ambiente), Leocádio Neves e Silva, ainda no primeiro semestre deve entrar em operação a oitava estação hidrometeorológica da cidade, em Nereu Ramos. Uma das grandes preocupações, com as chuvas, é o risco de escorregamento das encostas e a elevação dos níveis dos rios. “A população precisa ficar atenta”, alerta.
Hoje o município dispõe de sete estações hidrometeorológicas, nos bairros Rio Cerro II, Rio da Luz, Jaraguá 84, Parque Malwee, Três Rios do Sul e na localidade de Itapocuzinho. São quatro em parceria com indústria do ramo têxtil, uma em parceria com indústria manufatureira do setor de arroz e duas da Defesa Civil.
O secretário também anuncia a instalação de 11 pluviômetros, em fase de desenvolvimento de software, que serão instalados em escolas e permitirão o armazenamento de dados: “Ainda não temos séries históricas confiáveis sobre chuvas e alagamentos, e isso vai potencializar a nossa rede de informações”.
Outra novidade é o desenvolvimento de um aplicativo para busca de informações hidrometeorológicas, que “permitirá a toda a população acessar a rede de monitoramento”. Ainda de acordo com Leocádio Silva, essas inovações são investimentos viabilizados com recursos próprios, desenvolvidos pela equipe de TI da Prefeitura.