Passado o período de férias e aumento no movimento das rodovias estaduais de Santa Catarina a equipe da Rede OCP News foi ver o estado em que ficaram as SCs na região de Joinville.

Infelizmente, muitos problemas encontrados no ano passado, como a qualidade do asfalto, mato alto e deficiência nas sinalizações verticais e horizontais persistem.

O governo do Estado alega falta de recursos para reformar rodovias importantes, como a SC-418, a Serra Dona Francisca, uma das estradas mais críticas da região.

Por outro lado, o que se tem feito são reparos paliativos. Quem passa pelas estradas catarinenses convive com o perigo e risco de acidentes devido às precariedades.

Nesta primeira edição da série de reportagens Raio-X das SCs do Litoral Norte você confere como está a SC-418.

SC-418. Mato alto, buracos e falta de iluminação aumentam os perigos da Serra Dona Francisca

A SC-418 é um dos principais corredores de acesso entre o Litoral e Planalto Norte de Santa Catarina e se tornou uma das rodovias estaduais mais importantes do Estado. Ao subir a Serra Dona Francisca, entre Joinville, Campo Alegre e São Bento do Sul, nos deparamos problemas antigos como a falta de iluminação na via, qualidade do asfalto ruim e ineficiência do serviço de corte do mato, no entrono do acostamento.

 

Há exatamente um ano, a rodovia sofria com o mato que comprometia a sinalização vertical | Foto Windson Prado Arquivo/OCP News

No dia em que a equipe da rede OCP subiu a serra, muitos dos buracos deixados no feriadão de Carnaval tinham sido tampados recentemente. Mas em alguns pontos, a ação da chuva já comprometia novamente a estrada, o que mostra a necessidade urgente de uma grande revitalização de toda a rodovia, em especial o trecho de serra.

O produtor rural e comerciante Silvio da Maia, 47 anos, conhece bem os perigos da serra. Há 15 anos ele trabalha na margem da rodovia, vendendo bananas e outras frutas da estação, além de produtos coloniais. Ele conta que neste tempo todo nunca viu a Estrada Dona Francisca tão abandonada.

“Neste momento a rodovia está em seu pior estado. É uma buraqueira só, mato alto, ninguém cuida. As equipes de manutenção vêm, mas o serviço fica bem meia-boca. Falta fiscalizar melhor este trabalho. Outro problema é a falta de iluminação. A serra é perigosa e sem estes cuidados, acidentes ficam inevitáveis”, argumenta.

Remendos mostram que há alguns dias a estrada passou por uma operação tapa buracos, mas bastou chover que a estrutura já começa a ficar comprometida | Foto Windson Prado Rede OCP News

Um dos problemas no trecho de Joinville são as sucatas de antigos redutores de velocidade que ainda estão pela pista.

Raio X – SC-418

  • Sinalização vertical: regular
  • Sinalização horizontal: ruim
  • Qualidade do acostamento: regular
  • Qualidade do asfalto: ruim
  • Poda do mato: regular
  • Iluminação: ruim

Estatística

  • Acidentes em 2018: 370
  • Acidentes com mortes em 2018: 15
  • Acidentes em 2019: 73
  • Acidentes com mortes em 2019: 4

Fonte: Polícia Militar Rodoviária

O que diz o Deinfra?

De acordo com o superintendente regional do Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura), Ademir Machado, desde o início do mês a rodovia vem recebendo uma atenção especial.

“Foi feita uma grande operação de tampa buraco e nesta segunda quinzena as equipes estão trabalhando na poda do mato, limpeza das placas de sinalização e das canaletas de escoamento da água”, explicou.

Machado disse também que até o final do semestre é esperada a liberação de recursos do Governo do Estado para a substituição dos guard-rails danificados. Quanto a iluminação, que precisa ser totalmente refeita, ainda não há datas o início dos trabalhos nem viabilização dos recursos, que ficam na casa dos R$ 4 milhões.

Ele reconhece que algumas denúncias dão conta de que o trabalho das equipes de roçadas estavam sendo feito de forma bem ineficiente.

“Agora passamos uma nova orientação as empresas que prestam estes serviços e estamos fazendo fiscalizações constantes para verificar se tudo está como o determinado em contrato”, conclui.

Raio-X das rodovias estaduais de Santa Catarina

Leia nesta segunda-feira (25): SC-418. Mato alto, buracos e falta de iluminação aumentam os perigos da Serra Dona Francisca

Leia nesta terça-feira (26): SC-415. Rodovia de acesso às praias, na região de Joinville, clamam por manutenção

Leia nesta quarta-feira (27): SC-416/SC-417. Contorno de Garuva minimizou os constantes congestionamentos, agora o problema são as crateras na pista

Leia nesta quinta-feira (28): SC-108. Rodovia que liga Joinville a Guaramirim sofre com mato

 

Quer receber as notícias no WhatsApp?