As ruas do bairro Água Verde devem ganhar uma nova cara no próximo mês, mas quem transita pela região das ruas Joaquim Francisco de Paulo e Maria Umbelina da Silva já consegue ver a obra, que iniciou na segunda-feira (11), ganhando forma.

O alargamento da pista na esquina que liga as duas vias tem como objetivo facilitar o trânsito, especialmente de veículos grandes como caminhões e ônibus.

Obras têm o objetivo de dar fluidez ao trânsito da região | Foto Rafael Verch/OCP News
Obras têm o objetivo de dar fluidez ao trânsito da região | Foto Rafael Verch/OCP News

O valor aproximado do investimento para indenização do terreno adquirido pela Prefeitura para que o alargamento fosse possível, construção de muro e calçada, gira em torno de R$ 70 mil.

Além disso, o edital da licitação para o recapeamento das ruas Maria Umbelina da Silva, Expedicionário Antônio Carlos Ferreira e parte das ruas Irmão Leandro e Padre Alberto Romuald Jakobs será publicado hoje (13), conforme a assessoria de imprensa da Prefeitura. O valor previsto para as obras é de cerca de R$ 2,3 milhões, em recursos próprios. As propostas das empresas interessadas serão recebidas até o dia 17 de julho.

Obra deve ser concluída em 30 dias

De acordo como diretor de Trânsito, Irio Riegel,  a obra tem como objetivo realizar uma abertura do raio da pista para conversão à direita e, embora não precise uma data para finalização, ele avalia que em 30 dias todo o processo de recapeamento e sinalização esteja concluído.

“Já reposicionamos o semáforo e ainda não foi refeito o asfaltamento porque estamos fazendo a instalação dos fotosensores. Depois que passar essa parte e a base assentar, faremos o asfaltamento”, explica.

Problemas causados pela obra já foram minimizados, diz diretor | Foto Rafael Verch/OCP News
Problemas causados pela obra já foram minimizados, diz diretor | Foto Rafael Verch/OCP News

O diretor ressalta ainda que na segunda-feira o trânsito ficou prejudicado na região devido ao não funcionamento do semáforo e da presença intensa de máquinas na pista, mas segundo ele, o local já está com fluidez normal no tráfego. “O semáforo foi religado e está fluindo normalmente”, completa.

Riegel diz que, embora a obra como um todo ainda demore cerca de 20 a 30 dias para ser concluída, não haverá prejuízo no trânsito. “O pior momento, que era aquele sem o semáforo e com máquinas na rua, já passou”, garante.

Mudança  vai trazer mais segurança

Para o diretor, a obra é de extrema importância para a região porque, além de melhorar as condições do asfalto das vias, também contribui para uma sinalização adequada, o que resulta em mais segurança para pedestres, ciclistas e motoristas.

“As condições dessas ruas estão precárias e hoje, sequer conseguimos fazer uma sinalização adequada. Não se pode fazer uma pintura em cima do asfalto deteriorado, então, é de fundamental importância para a questão de segurança no local”, ressalta.

O diretor garante ainda que, após os cerca de 30 dias, além da pintura e das placas de sinalização, dois ou três pontos da região devem receber faixas elevadas para “resolver a questão da velocidade”, já que muitos motoristas transitam acima do limite de velocidade.

Quer receber as notícias no WhatsApp?