Os números da quinta etapa da pesquisa científica promovida pela Secretaria de Saúde de Criciúma, em parceria com a Universidade do Extremo Sul Catarinense (Unesc), apontam o crescimento de casos de Covid-19 na cidade, em relação a etapa anterior.

De 500 testes aplicados de forma aleatória, o município registrou 23 novos casos.

A fase anterior havia registrado apenas sete casos, mostrando 1,4% de infectados.

Com os novos números, o secretário de Saúde, Acélio Cagrande, destaca a importância de a população manter e fortalecer os cuidados contra o coronavírus.

"Imaginávamos que esta etapa teria um crescimento até porque o aumento de casos nos últimos dias foi significativo. Precisamos nos manter em alerta e nos cuidarmos o máximo necessário".

Das cinco etapas, a que teve a maior quantidade de testes positivados foi a segunda, com 40 casos.

A primeira apontou 11 pessoas contaminadas e a terceira registrou 12 confirmações.

Mesmo com o aumento no número de casos, Casagrande ressalta que o município está atuando no intuito de que a Covid-19 cause o menor impacto possível na população criciumense.

"Nós já adotamos e continuaremos adotando medidas que entendermos ser necessárias no combate à Covid-19. É um momento delicado, mas temos certeza que iremos superar tudo isso", finaliza.


Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul