O número de mortes por acidente de trânsito quase dobrou em Jaraguá do Sul este ano. Segundo dados da Secretaria de Saúde, entre janeiro e agosto, o município teve aumento de 91,4% no número de pessoas vítimas de acidentes – foram 23 mortes registradas no período, sendo dez motociclistas, sete ciclistas, cinco ocupantes de veículos automotivos e um pedestre. No ano passado, a cidade havia registrado 12 óbitos no trânsito nos primeiros oito meses do ano. O número de mortes de ciclistas foi o que registrou o maior aumento – o índice cresceu 250% entre janeiro e agosto deste ano, na comparação com o ano passado, quando dois ciclistas morreram em acidentes na cidade. Até o oitavo mês do ano, 209 pessoas foram internadas pelo SUS nos hospitais da cidade, vítimas do trânsito, um aumento de 9% frente ao mesmo período de 2015, quando foram internadas 191 pessoas. Do total de pessoas internadas este ano em Jaraguá do Sul, 34% integravam a faixa etária entre os 20 e 29 anos, enquanto 20% possuíam idade entre 30 e 39 anos. Além disso, 81% dos feridos encaminhados aos hospitais eram do sexo masculino (169 pessoas) e 19% (40 pessoas) do sexo feminino. A média de permanência nos hospitais para vítimas de acidentes é de 4,2 dias. Entre as vítimas encaminhadas aos hospitais, os motociclistas também são maioria. Foram 141 internações, um índice de 67,4%. Atualmente, 23,8 mil motocicletas e motonetas integram a frota de veículos do município, que já totaliza 112.700 veículos. Segundo dados do Departamento Estadual de Trânsito de Santa Catarina (Detran-SC), Jaraguá do Sul é a oitava colocada no índice estadual de motorização – em 2015, dado mais recente, a taxa era de 68,10 veículos para cada 100 habitantes. Entidades se reúnem para campanha de conscientização Diante das estatísticas, o poder público, a polícia civil e militar e organizações não governamentais se uniram para criar a campanha “Trânsito + Seguro”, que será lançada oficialmente na quinta-feira (3). A proposta é criar uma ação permanente, com diferentes temáticas, que serão exploradas a cada bimestre com o apoio da imprensa e de outras mídias de comunicação. Nos meses de novembro e dezembro, a campanha irá abordar a falta de atenção, com destaque para o uso do celular na direção. Estatísticas da PM mostram que oito em cada dez acidentes têm como causa a falta de atenção. Ano passado, das mais de 3,4 mil ocorrências contabilizadas no trânsito em Jaraguá do Sul, 80,4% foram fruto de distração do motorista. “Historicamente temos números que reforçam esse comportamento, e a partir disso conseguimos visualizar que não estamos dando conta de ter uma resposta incisiva sobre a questão do trânsito. Temos ótimos índices de segurança pública, com pouquíssimos homicídios, mas números assustadores em termos de pessoas dando entrada nos hospitais em decorrência de acidentes”, alerta o chefe do setor de trânsito da PM, tenente Antônio Benda da Rocha. O objetivo central da iniciativa, segundo Benda, é buscar resultados efetivos por meio da educação no trânsito, que ainda é a principal ferramenta para a redução dos acidentes. “Esperamos que com esta união de esforços consigamos pelo menos minimizar esses índices”, salienta o tenente. A campanha será financiada com recursos oriundos do pagamento de multas no município.