Nesta terça-feira (18), os onze profissionais participantes do Programa Mais Médicos, que já estão atuando nas Unidades Básicas de Saúde de Joinville, participaram do acolhimento realizado pela Secretaria da Saúde.

Vindos dos Estados do Pará, Ceará, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e também da Argentina, os médicos ocupam as vagas deixadas pelos profissionais cubanos em novembro.

 

Vindos dos Estados do Pará, Ceará, Minas Gerais, São Paulo, Paraná, Santa Catarina e também da Argentina | Foto Phellippe José/Prefeitura de Joinville

De acordo com o secretário de Saúde, Jean Rodrigues da Silva, os onze médicos recém-chegados serão responsáveis pela realização de 2,4 mil consultas médicas mensais, ou seja, 10% do total de atendimentos do município.

“Recuperamos a nossa capacidade em um período rápido. Precisamos reagendar 2,8 mil consultas que já estavam marcadas, mas em dois meses tudo já estará novamente equilibrado”, projeta o secretário.

Segundo ele, o foco da saúde do município é buscar a integralidade e a resolutividade dos atendimentos:

“Em 2018, a oferta dos serviços de saúde aumentou cerca de 40% e nos próximos dois anos o desafio é conseguir que os usuários cheguem à resolução dos seus problemas em tempo adequado”.

A partir de agora, os médicos que acabam de chegar serão ambientados com os valores do sistema de saúde do município, que são humanização e busca de eficiência e passarão por capacitações sobre o Sistema Integrado de Gestão de Saúde, fluxos de trabalho, encaminhamentos, funcionamento da estrutura hierárquica e organizacional.

Os médicos integrantes do Programa Mais Médicos já estão alocados nas Unidades Básicas de Saúde Jardim Iririú, Edla Jordan, Estevão de Matos, Jardim Edilene, Jarivatuba, Itaum, e nas Unidades Básicas de Saúde Familiar Paranaguamirim, Dom Gregório e Parque Guarani.

*Com informações da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Joinville

Quer receber as notícias no WhatsApp?