O Procon municipal e a unidade central do Pró-cidadão da Prefeitura de Florianópolis já estão em novo endereço. A nova sede, localizada no Centro Leste da Capital, abriu as portas para atender a população no dia 3 de novembro e conta com uma estrutura totalmente reformada e modernizada.

São duas entradas, uma pela Rua João Pinto e outra pela Rua Antônio Luz, ao lado do Terminal Cidade de Florianópolis, que por enquanto segue fechada, mas será aberta em breve. O atendimento funciona das 8h às 17h, de segunda à sexta-feira.

 

Moradores de Florianópolis agora têm a facilidade de recorrer aos dois órgãos de forma simultânea, no mesmo espaço | Foto Cristiano Andujar/PMF

Totens de autoatendimento

Os moradores de Florianópolis agora têm a facilidade de recorrer aos dois órgãos de forma simultânea, no mesmo espaço. O serviço de autoatendimento em totens foi ampliado, o que otimiza o atendimento e evita filas. Além disso, novos serviços online foram implantados recentemente: o Pró-cidadão conta com agendamento online para os atendimentos presenciais e o Procon tem uma nova plataforma digital para que denúncias e reclamações sejam efetuadas pela internet.

 

Denúncias pelo site

O órgão de Defesa do Consumidor no momento está recebendo denúncias e reclamações somente pelo site, mas nos próximos dias começará a atender presencialmente.

A estrutura conta com três andares, sendo o térreo voltado para o público, com os guichês de atendimento, totens de autoatendimento, sala de audiências do Procon e amplo espaço para espera.

Os outros dois pavimentos acomodam o setor administrativo dos dois órgãos, sala de reuniões e auditório, refeitório e vestiário. O local foi feito de forma totalmente acessível para pessoas com deficiência, contando com rampa de acesso, elevador, piso tátil, banheiros e totens de autoatendimento adaptados para cadeirantes.

 

O serviço de autoatendimento em totens foi ampliado | Foto Cristiano Andujar/PMF

 

Economia aos cofres públicos

A mudança de endereço garantiu uma economia de R$ 36 mil em aluguel, quase metade do que era gasto nas duas unidades antigas. Antes, o valor total era de R$ 75 mil, e passou para R$ 39 mil. Uma economia de mais de R$ 2 milhões em 5 anos. Isso em um ambiente muito mais moderno e confortável para a população.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp