Uma nova pichação foi verificada na manhã desta sexta-feira (27) em Criciúma, contra a fala do prefeito Clésio Salvaro, em relação a um conteúdo exibido em sala de aula, que tem repercutido nacionalmente. Desta vez, a pichação foi feita em uma estrutura na Praça do Congresso, região central da cidade.

Nesta quinta-feira, duas igrejas e um colégio amanheceram pichados com frases de repúdio e pedindo a saída do prefeito. O caso considerado vandalismo está sendo investigado pela 1ª Delegacia de Polícia de Criciúma.

Entenda o caso

Após uma denúncia nas redes sociais de que um professor da rede municipal de ensino de Criciúma exibiu o clipe Etérea do cantor Criolo para alunos do 9º ano, o prefeito, Clésio Salvaro (PSDB), gravou um vídeo falando sobre o caso. Além de confirmar a demissão, que foi justificada por nota oficial que se deu por ser contra as Diretrizes Curriculares, por meio do Plano de Ensino Unificado, o prefeito utilizou a palavra “viadagem” em seu discurso.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp