Santa Catarina deve apresentar um período de seca nos próximos três meses, as informações são da Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável.

Segundo a Secretaria Executiva do Meio Ambiente (SEMA), a região litorânea apresentou uma melhora em relação às secas, devido aos elevados volumes de precipitação nos últimos três meses.

Mas, no interior, as chuvas voltaram a ficar abaixo do esperado, resultando no agravamento do cenário. A previsão para o próximo trimestre é de um período mais seco em Santa Catarina.

O diretor de Recursos Hídricos e Saneamento da SEMA, Leonardo Ferreira, afirma que o comprometimento com o abastecimento de diversos municípios, exigem um monitoramento mais afundo das secas.

"Embora tenha sido identificada uma melhoria nos estados de criticidade no litoral, persiste a seca prolongada no restante do Estado”, destaca Ferreira.

Situação hidrológica e impactos

Ao todo, 194 municípios catarinenses estão em estado de normalidade, 45 de atenção e 18 de alerta. Nenhum apresenta estado crítico frente às secas e 38 cidades não encaminharam informações de atualização da situação.

“A quantidade de municípios com abastecimento comprometido em estado de atenção (18%) e alerta (7%) reforçam que o Estado continue o monitoramento constante das condições hidrológicas, até que este evento seja completamente encerrado", finaliza Ferreira.

Ainda o secretário pede o uso racional e consciente dos recursos hídricos para a população de modo geral.

Uma nova edição do boletim hídrico deve ser lançada em 07 de abril. O estudo de monitoramento, é coordenado SEMA, em parceria com a Defesa Civil de Santa Catarina, Aresc e outras agências reguladoras do Estado.

Com informações de assessoria de imprensa.