Na manhã desta quarta-feira, quando foi considerado o pico do ciclone extratropical que atingiu Santa Catarina, Criciúma foi a segunda cidade do Estado com a rajada de vento mais forte, chegando a 91 km/h.

O horário contabilizado foi entre meia-noite e 9h.

Criciúma fica atrás somente de São Joaquim, na Serra catarinense, com 93 km/h no mesmo intervalo de tempo.

A informação foi divulgada pela Defesa Civil com base nos dados das estações meteorológicas da Epagri/Ciram e REDEMET.

Destaque

O Sul catarinense se tornou destaque em Santa Catarina nos recordes de ventania.

Entre terça e hoje, Siderópolis foi o município catarinense com o maior registro de rajada de vento no estado: chegou a 134 km/h.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul