A chegada de uma intensa massa de ar frio prevista para a próxima semana pode trazer temperaturas negativas em alguns municípios de Santa Catarina, o que não acontece nesta época há 30 anos. O declínio das temperaturas será registrado em todo o estado.

A primavera é um período de transição entre o inverno e o verão. Por conta disso, no mês de novembro a tendência é que a atmosfera passe a apresentar características mais parecidas às do verão, com temperaturas próximas ou abaixo de 0°C ficando cada vez mais difíceis de serem registradas.

No entanto, as previsões meteorológicas indicam um cenário surpreendente para a próxima semana.

Segundo o meteorologista Piter Scheuer, há um pequena chance de nevar no topo da Serra Catarinense na madrugada e manhã de terça-feira, e nas áreas altas de Meio-Oeste e Oeste tem chance de geada.

"Essa massa de ar frio polar derruba as temperaturas em todas as regiões do Sul do Brasil e proporciona dias mais amenos, tanto na terça, quarta, quinta e sexta-feira. As temperaturas nessa época do ano já tendem a ser mais elevadas, mas há chance de quebra de recordes", explica Piter.

Na região de Jaraguá do Sul, a temperatura pode ficar abaixo dos 8°C, o que, segundo o meteorologista, "é muito raro de acontecer" nesta época.

Nos municípios da Serra Catarinense, como São Joaquim, Bom Jardim da Serra, Urupema e Urubici as temperaturas podem chegar até -5.

São Joaquim

São Joaquim é considerada uma das cidades mais frias do Brasil, com temperatura mínima média para o mês de novembro entre 9°C e 10°C.

O gráfico da Defesa civil destaca as menores temperaturas registradas em novembro na estação convencional do INMET (Instituto Nacional de Meteorologia), em São Joaquim, desde o início da série histórica.

Foto: Defesa Civil/Divulgação

Entre os 63 anos de dados da estação no mês de novembro, somente 10 dias registraram temperaturas mínimas abaixo de 2°C, e em apenas um dia, em 5 de novembro de 1992, os termômetros registraram -1,5°C. Faz 30 anos que o município não registra temperaturas negativas nesta época.

Na estação convencional, o último registro abaixo de 2°C foi registrado em 2006, há 16 anos.