O aniversário de 70 anos é uma data muito aguardada e que merece ser celebrada. No entanto, para o senhor Antônio Niada, a data foi comemorada muito diferente do imaginado.

Internado na UTI do Hospital São José, de Criciúma, devido à Covid-19, Antônio comemorou o dia dos seus 70 anos longe da família e dos amigos, mas mesmo assim não deixou de celebrar a vida.

A comemoração foi diferente da planejada, sem muitas pessoas ou aglomeração, não teve uma decoração especial, mas teve música, abraços de longe e um bolo de aniversário. Mesmo sem a presença física dos familiares e amigos, não faltou amor, emoção, carinho e alegria por parte da família HSJosé.

“Nossa intenção é sempre de proporcionar momentos de felicidade, mesmo que as pessoas estejam passando por períodos difíceis. A Covid acaba afastando as pessoas que nossos pacientes mais amam, por isso procuramos proporcionar momentos em que eles se sintam acolhidos. Para o seu Antônio era uma data especial, afinal, são 70 anos de vida. Então trouxemos música, um bolinho, fizemos uma festa na medida do possível. Cantamos os parabéns e as músicas que ele pedia. Foi um momento em que ele ficou muito emocionado e agradeceu, pois, segundo ele, nos tornamos parte da família dele também e isso é muito gratificante”, explica a enfermeira da UTI Covid, Bruna Esmeraldino Pavan.

De acordo com a filha de Antônio, Fabiane Francesconi Niada, a família e, especialmente ele, ficaram muito felizes com a iniciativa.

“Ainda mais que foram os 70 anos dele. Estávamos planejando uma festa e tudo, mas Deus planejou de outra forma. Mesmo de longe ele nos passou a alegria que estava sentindo e ficamos emocionados junto com ele”, garante.

Para que a ação pudesse ser realizada, foram seguidos todos os protocolos de segurança tanto do paciente, como também da equipe que participou da iniciativa.