A Secretaria de Saúde de Joinville está organizando um grande mutirão de combate ao mosquito Aedes aegypti neste sábado (5). Os trabalhos ocorrem das 8h às 12 horas, em dez ruas do bairro Boa Vista.  A intenção é fazer uma grande varredura em busca de locais que possam servir como criadouros do mosquito transmissor da dengue, Zica vírus e febre Chikungunya.

A ação será realizada pela Secretaria da Saúde de Joinville, com as equipes do Serviço de Vigilância Ambiental, Unidade Básica de Saúde (UBS) Bakitas e membros do Conselho Local de Saúde do bairro Boa Vista.

O mutirão vai percorrer os locais com maior concentração dos focos positivos do mosquito, que abrange as ruas: Santa Mônica, São Vicente, Matilde Amim, Ignácio A. Da Maia, São Miguel, General Góes Monteiro, São Borja e São Leopoldo.

De acordo com a coordenadora do Serviço de Vigilância Ambiental, Nicoli dos Anjos, mesmo sendo monitorada regularmente, a região continua sendo local de infestação do mosquito. “Desde janeiro, quando realizamos outro mutirão, a situação piorou no Boa Vista, e continua crítica. De janeiro até agora, identificamos 327 focos positivos do mosquito, em Joinville, sendo que 138 estão apenas naquele bairro”, alerta Nicoli.

Segundo ela, o número de focos positivos do Aedes aegypti encontrados nos quatro meses deste ano, já superou a quantidade identificada durante o ano de 2017 inteiro.

A coordenadora reforça que, embora não haja registros de transmissão de dengue em Joinville, a infestação de mosquitos, que atuam como vetores dos vírus, aumenta o risco de proliferação das doenças.

“Nos últimos meses, três pessoas em Joinville foram diagnosticadas com dengue, mas vieram infectadas de outros estados. No entanto, a partir do momento em que o mosquito picar uma pessoa contaminada, pode começar a transmissão das doenças”, explica.

Ainda de acordo com Noeli, o problema continua sendo a falta de conscientização e de cuidados básicos como: eliminar qualquer tipo de recipiente que possa acumular água, até mesmo tampinhas de garrafa pet; vedar as caixas d’água; colocar tela nos ladrões e nas caixas de passagem; higienizar semanalmente os potes de alimentos dos animais; e não acumular lixo.

“Com o mutirão, vamos tentar mais uma vez mobilizar as pessoas, agora com o auxílio de representantes da própria comunidade. Pedimos que os moradores recebam as equipes, conversem e compreendam que é uma iniciativa para o bem de todo o bairro”, afirma Nicoli.

Apesar de a ação ocorrer especificamente no bairro Boa Vista, toda a cidade está convidada a olharem suas casas e terrenos em busca locais que possam acumular água e servir como foco de reprodução do mosquito.

*Com informações da Secretaria de Comunicação da Prefeitura de Joinville