A Campanha Nacional de Vacinação contra o vírus Influenza segue em todo o país até o dia 1º de junho, mas os municípios da microrregião do Vale do Itapocu ainda estão longe da meta preconizada pelo Ministério da Saúde, que é de atingir 90% das pessoas que fazem parte dos grupos prioritários.

Nos cinco municípios – Jaraguá do Sul, Guaramirim, Massaranduba, Corupá e Schroeder – são 60.413 pessoas, mas até o momento, a cidade que mais se aproximou da meta, Guaramirim, vacinou 72% da população que pertence aos grupos.

De acordo com dados da Secretaria de Saúde do município, das 6.284 pessoas que se encaixam nos grupos prioritários, até o momento 4.510 já receberam a vacina. Crianças, grávidas e funcionários da área da saúde são os grupos que menos procuraram as unidades de saúde. Em contrapartida, idosos, professores e puérperas fazem parte do grupo que mais recebeu vacinas em Guaramirim.

A situação é semelhante em Jaraguá do Sul, onde crianças e gestantes pouco procuraram pelas vacinas. Na cidade, trabalhadores da área da saúde e idosos são os grupos mais vacinados. Em Jaraguá do Sul, a meta geral é de atingir 37.100 pessoas, mas até o momento apenas 25.220 receberam a vacina, o que corresponde a 68% da população que faz parte do grupo de risco.

Em Schroeder, 57,3% da população em grupos de risco recebeu a vacina. Das 4.449 pessoas inclusas para vacinação, 2.578 foram atendidas nas unidades de saúde do município. Já em Corupá, a situação é um pouco melhor. Com 64% da população vacinada, foram 2.960 pessoas das 4.570 que pertencem aos grupos de risco.

Já em Massaranduba, mais de 2,8 mil pessoas fora imunizadas, o que representa quase 65% do público alvo. Enquanto no grupo de mulheres no período pós-parto a taxa até ultrapassou a meta, em portadores de doenças crônicas o índice é o mais baixo: de 45%.