Depois de terminar o relacionamento de 13 anos com um cartaz colocado no carro do marido no último domingo (15), a empresária Benedita Carvalho Lopes, conhecida como Naná Lopes, reencontrou o ex-companheiro, Alessandro, na terça-feira (17). O homem foi buscar o resto dos pertences na casa da ex. As informações são do Uol.

“Eu desejei boa sorte e que ele seja muito feliz, pois foi uma pessoa que me ajudou muito e agradeço por isso. Ele ficou me olhando sem entender”, contou Naná Lopes ao Uol.

Naná conta que o ex-marido foi o principal incentivador para que ela abrisse o seu restaurante, onde o casal trabalhava junto. Hoje, o homem não trabalha mais no local. O restaurante funciona há três meses e já tem uma boa clientela.

“Eu estava vivendo da renda de uns kitnets alugados e do aluguel desse ponto. Quando a inquilina saiu, ele me incentivou a abrir o restaurante. Sempre dizia que eu fazia comida muito gostosa e deu certo. Sou muito grata por isso, afinal de contas, se eu estou hoje lá foi por incentivo dele”, explicou Naná.

A empresária ainda informou que depois de conversar com o ex, resolveu apagar as postagens que fez sobre o caso.

“Conversei e ele me pediu para apagar porque estava expondo muito ele”, disse ao Uol.

Relembre o caso

No domingo (15), Naná colou um cartaz no carro do marido, anunciando o término do relacionamento. Isso ocorreu após a empresária descobrir que estava sendo traída. O bilhete, escrito à mão, viralizou nas redes sociais e chamou a atenção de quem passava pela avenida Marquês de Herval, no bairro da Pedreira, em Belém (PA).

Em entrevista ao g1, a mulher informou que vivia com Alessandro havia 13 anos e ele sumia para dormir com a amante.

“Ele saía todo final de semana e voltava só na segunda-feira. A gente trabalhava juntos aqui no restaurante. Eu fiz isso e pensei que só ele fosse ver. Nunca pensei que fosse ter essa repercussão”, disse Benedita em entrevista ao G1.

Confira o cartaz:

“Alessandro, depois de 13 anos nós vivendo juntos e você sumir toda semana e vir dormir com essa moça. A gente trabalha juntos e quando você volta pra casa, quer transar? Ela não te satisfaz no sexo? Na segunda-feira volte em casa para pegar suas coisas, porque eu não te quero mais. Crie vergonha na sua cara e vai morar com a moça, respeite ela… Ass: Naná.”