O Ministério Público de Santa Catarina, a Polícia Civil e o Tribunal de Contas do Estado formalizaram a constituição de uma força-tarefa para atuação em conjunto, visando a apuração criminal e administrativa dos fatos envolvendo a aquisição, por dispensa de licitação com pagamento antecipado, de 200 ventiladores pulmonares e seus desdobramentos, incluindo procedimentos conexos e correlatos.

A força-tarefa interinstitucional vem trabalhando ininterruptamente desde o último dia 29 de abril por meio do compartilhamento de informações e documentos e tem como premissas o interesse público.

A nota que formaliza a força-tarefa foi assinada por Fernando da Silva Comin, Procurador-Geral de Justiça e chefe do Ministério Público de SC; Paulo Norberto Koerich, Delegado Geral da Polícia Civil do Estado de Santa Catarina e chefe do Colegiado de Segurança Pública de SC; e Adircélio de Moraes Ferreira Júnior, Conselheiro Presidente do Tribunal de Contas de SC.

 

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp