O movimento "Salve o Morro do Céu" promove ato público nesta segunda-feira, Dia Internacional da Água, em defesa da preservação do Morro do Céu e de seu patrimônio ecossistêmico.

A iniciativa será realizada no portal de acesso ao morro, no bairro Comerciário, das 17 às 18h. Na oportunidade, serão coletados documentos de apoio ao movimento para a condução judicial que vai tentar reverter recente decisão da Câmara de Criciúma, revogando a Lei n.º 5.207, de 2008, que criou o parque.

Para evitar aglomeração, a entrega presencial será restrita, com a comunidade sendo convidada a enviar o documento (uma procuração simples e título de eleitor no formato pdf) pelo correio eletrônico (salveomorrodoceu@gmail.com).

O Morro do Céu é um dos poucos fragmentos de mata preservados no município, desempenhando importante função socioambiental por meio de seus serviços ecossistêmicos.

A cobertura vegetal ajuda na contenção das cheias e a reduzir os impactos que o excesso de cimento e asfalto provocam na cidade, que potencializam o calor. Da mesma forma, há várias nascentes em seu território, uma delas do rio Linha Anta, afluente do rio Urussanga, e outras que contribuem para a formação do rio Criciúma.

Nesse sentido, o local contribui na produção de água. A reversão da situação atual e consequente manutenção do parque representará a continuidade dos fluxos ecológicos, também em benefício da flora, da fauna e da qualidade do ambiente urbano.