Um motorista de ônibus no Sul de Santa Catarina tem virado atração por onde passa. Reginaldo Costa Maximiano, de 50 anos, conduz diariamente um ônibus que circula entre Criciúma e Balneário Rincão.

O que tem surpreendido os passageiros são as dezenas de bichos de pelúcia que Reginaldo coloca no painel do veículo e deixam o para-brisa enfeitado e alegre.

"É legal, a gente ‘pega’ uma amizade boa com os passageiros, o que é bom porque a gente convive mais com eles do que com nossa família", conta o motorista.

Ele começou a coleção aos poucos, dando carona para os bichinhos que pegava em uma máquina na rodoviária de Criciúma, logo que o transporte público foi retomado, depois dos primeiros meses da pandemia de Covid-19.

A atitude foi tão contagiante que Reginaldo começou a ganhar bichinhos do cobrador, outros motoristas e até de passageiros.

A corrente continua, porque o motorista já doou muitos dos bichos para crianças que se encantam e acabam levando um deles para casa após a viagem.

"Sempre tem crianças nas viagens e elas veem os ursinhos, gostam, ficam surpresas. Para nós também é um sentimento bom", afirma.

No entanto, aqueles mais especiais, de amigos ou com algum significado, ele fez questão de segurar para ele.

Já são mais de 500 bichos de pelúcia na coleção, mas atualmente Reginaldo leva cerca de 60 no ônibus todos os dias.

Reginaldo trabalha como motorista desde a adolescência e sempre gostou de enfeitar o veículo para deixar diferente dos demais na estrada.

Antes da pandemia e dos ursinhos, ele já caprichava nas formas de impactar os passageiros e oferecia balas quando ingressavam no ônibus. Ele mesmo comprava alguns doces e também ganhava dos próprios passageiros para oferecer aos viajantes.

Com informações de NSC Total.