Na tarde deste sábado (6), faleceu o médico e ex-atleta blumenauense Walmor Erwin Belz, aos 87 anos, vítima de uma parada cardiorrespiratória. Após a notícia do falecimento, o prefeito de Blumenau, Mário Hildebrandt (sem partido), declarou luto oficial na cidade por três dias. Viúvo, deixa dois filhos.

Cirurgião geral desde 1957, Belz dedicou 61 anos de sua vida ao Hospital Santa Isabel, onde registrou mais de 190 mil prontuários de atendimento e foi responsável pela criação do serviço de cirurgia vascular e da fundação do Centro de Estudos. Ele também atuou como presidente da comissão que implantou o primeiro curso de medicina no interior de Santa Catarina, na Universidade Regional de Blumenau (Furb).

Antes de se tornar médico, Belz se destacou nos gramados da cidade e de Santa Catarina. Conhecido como “Garoto de Ouro da alameda Rio Branco”, vestiu a camisa 10 do Grêmio Esportivo Olímpico, time que ajudou a conquistar o bicampeonato estadual, em 1949, como jogador, e em 1964, como integrante da comissão técnica. Ele chegou a treinar em times como Vasco da Gama e Olaria, ambos do Rio de Janeiro, mas acabou optando pela carreira na medicina.

Quer receber as notícias no WhatsApp?