Morro da Fumaça registrou mais um óbito de paciente com Covid-19 na noite dessa terça-feira. É o 29º fumacense a perder a batalha para a doença e, desta vez, por falta de leito de Unidade de Terapia Intensiva (UTI).

O homem de 60 anos foi intubado no último domingo, dia 14, e quando a solicitação de um leito de UTI foi feita, ele precisou entrar em uma extensa fila, com cerca de 60 pessoas à frente.

Esta é a realidade da região e de todo o estado de Santa Catarina.

"O agravamento da pandemia gerou este colapso no sistema de saúde e, infelizmente, perdemos mais um fumacense para a doença. O nosso apelo é para que as pessoas cumpram com as medidas e respeitem o que é solicitado pelas autoridades", falou a secretária do Sistema de Saúde, Marijane Felippe.

Segundo Informe Epidemiológico do Governo do Estado, há 72 pacientes aguardando transferência para um leito de UTI na macrorregional, que também engloba as regiões de Tubarão e Araranguá, cinco a mais que ontem.