Um meteoro de alta magnitude caiu às 21h59 de domingo (29) e a queda do astro foi registrada por uma estação de monitoramento em Monte Castelo, no Norte Catarinense. Mesmo com o céu nublado, foi possível visualizar a passagem do objeto no céu.

Pelo excesso de nuvens, não foi possível coletar dados mais detalhados, porém estima-se que a velocidade do meteoro era de mais de 100 mil km/h.

Segundo o astrônomo Jocimar Justino, o trajeto registrado pela estação durou menos de um segundo, mas através de uma análise preliminar foi possível concluir que o meteoro se extinguiu sobre a região de Campos Novos, no Oeste de SC.

"Trata-se de um bólido, não é tão comum assim. É um dos mais raros. Bólido é quando o meteoro explode e apresenta um alto brilho", explicou o astrônomo .

Outras duas estações também conseguiram capturar o brilho do bólido, uma delas em Taquara (RS), no observatório Heller & Jung e a outra em Medianeira (PR) e é operada por Heriton Rocha. Elas fazem parte da Rede Brasileira de Monitoramento de Meteoros (Bramon).

Outras três pessoas em cidades distintas de SC conseguiram visualizar o fenômeno por meio da ferramenta da Bramon. As testemunhas estavam em Chapecó, Concórdia e Joaçaba, todas no Oeste.

Uma das pessoas disse que viu o brilho do bólido por mais de seis segundos, indicando que o meteoro provavelmente cruzou o estado catarinense.

Vídeo: Bramon