O Instituto do Meio Ambiente do Estado de Santa Catarina (IMA) realizou mais uma ação do Programa Penso, Logo Destino que tem por finalidade a conscientização e o envolvimento dos catarinenses para o descarte correto de resíduos sólidos. Na semana passada, nos municípios de Angelina e Anitápolis, foram recolhidos 1.479 pneus.

Além de garantir a preservação ambiental, a iniciativa busca proteger a saúde de toda a população. A correta destinação dos pneus inservíveis é importante para evitar a disseminação, por exemplo, do Aedes aegypti, transmissor de doenças como a dengue, zika vírus, febre amarela e chikungunya.

A ação do Instituto visa a retirada de pneus de locais abertos onde ocorre acúmulo de água e a destinação correta do material. A população pode contribuir com a iniciativa entregando pneus nos pontos específicos e verificando todo objeto ou local onde tenha água parada, foco de reprodução do mosquito.

Os pneus foram recolhidos pela Entidade Gestora RECICLANIP para destinação final ambientalmente correta. A ação teve a parceria da Secretaria Estadual de Saúde e das Prefeituras de Angelina e Anitápolis. Este foi o primeiro recolhimento em 2021, mas soma-se a outras coletas efetuadas no ano passado. Com isso foram encaminhados cerca de 4,2 mil pneus.

 

O Programa Penso, Logo Destino tem por finalidade a conscientização e o envolvimento de todos os catarinenses para o descarte correto dos resíduos sólidos, tornando Santa Catarina o primeiro estado brasileiro a fazer a articulação da Logística Reversa. Para isso, atua como mediador entre os comerciantes, administração municipal e população para o descarte adequado dos resíduos, e as entidades gestoras que realizam a coleta do material recolhido.

O Programa Penso, Logo Destino, idealizado pela Coordenadoria Regional do IMA em Florianópolis, será executado em três etapas: Logística Reversa, Reciclagem e Resíduos Orgânicos. A intenção é que após o desenvolvimento das três fases do projeto, Santa Catarina seja o estado brasileiro que mais recicla e reutiliza e que menos produz resíduos.

 

A primeira fase do Projeto consiste na implantação de ações voltadas aos consumidores para a devolução dos produtos e embalagens após a utilização. Os produtos que devem ser devolvidos aos comerciantes são lâmpadas fluorescentes, eletroeletrônicos e seus componentes, resíduos e embalagens de óleos lubrificantes e de agrotóxicos, pneus, pilhas e baterias. Já os fabricantes, importadores, distribuidores e comerciantes têm, nesta etapa, a responsabilidade de estruturar e implementar sistemas de logística reversa para que o material recolhido tenha a destinação adequada e mais ecologicamente correta.

 

O Projeto Penso, Logo Destino tem como parceiros a Secretaria de Estado da Administração Prisional e Socioeducativa, a Secretaria de Estado do Desenvolvimento Econômico Sustentável, a Secretaria de Estado da Educação, a Secretaria de Saúde, as prefeituras municipais, entre outras entidades.