O crescimento diário no número de novos casos de Covid-19 fez Jaraguá do Sul atingir um segundo pico de proliferação do vírus.

A média móvel dos últimos 7 dias está em 82.85 casos, ultrapassando o pico de 82.43 casos registrado em 30 de julho, no meio do inverno.

O perfil de contágio também mudou.

Os mais afetados seguem sendo pessoas entre 30 e 39 anos, com 1.313 casos até a última terça-feira (10), mas pessoas entre 20 e 29 anos passaram para segunda faixa etária mais afetada - com 1.091 casos.

Esses dois grupos respondem sozinhos por quase 50% dos diagnósticos desde o começo da pandemia.

O secretário de Saúde, Alceu Moretti, ressalta que esse público integra a força de trabalho, tem mais movimentação pela cidade e, consequentemente, representa o maior número de casos.

“Essa movimentação tem que estar muito associada aos cuidados”, revela.

Comportamento alarmante

O comportamento visto entre a população, frequentando praias, parques e locais de alta aglomeração é alarmante para a Secretaria.

A mudança no clima, com temperaturas mais quentes e queda dos casos vista em agosto, setembro e início de outubro trouxe uma redução nas precauções que vinham sendo tomadas.

“A sensação de segurança associada ao cansaço da população, que ficou em casa durante 10 meses, mas não adianta vacilar. Estamos vendo famílias inteiras contaminadas”, alerta.

 

 

Moretti destaca que o coronavírus é altamente transmissível, ressaltando que em qualquer evento entre amigos ou familiares, se não forem tomados todos os cuidados de distanciamento, uso de máscaras e higienização, há risco de contaminação.

Mesmo a partir de pessoas assintomáticas.

Secretário de Saúde Alceu Moretti | Foto Eduardo Montecino/PMJS

O vírus se prolifera com muita facilidade. É um momento de preocupação com a taxa de ocupação da UTI aumentando. Estamos nos aproximando de um segundo pico do coronavírus em Jaraguá do Sul”, destaca.

“Podemos ter um pico tão intenso quanto o primeiro”, completa.

Cooperação necessária

O secretário de Saúde enfatiza que o comportamento das pessoas precisa mudar, já que a colaboração de toda população é essencial para que o número de casos volte a cair sem que sejam tomadas medidas mais restritivas.

"Essa cooperação será necessária até o surgimento de uma vacina", diz.

“Precisamos muito, mas muito mesmo da participação da comunidade para vencer agora esse segundo pico atendendo a todos com qualidade”, finaliza.

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp

Telegram Jaraguá do Sul