A lista é extensa e sinônimo de angústia e desespero para pacientes que aguardam por procedimentos cirúrgicos em Joinville. A cidade tem hoje mais de 8,9 mil pessoas aguardando a vez para fazer cirurgias pelo SUS (Sistema Único de Saúde). As especialidades com maior demanda por atendimento são as oftalmológicas. Para capsulotomia Yag laser, por exemplo, são mais de 970 pacientes aguardando na fila. A espera por cirurgias ortopédicas de joelho, quadril e ombro também lideram na demanda reprimida. Mas a situação já foi mais complexa. O município conseguiu minimizar no ano passado a gigantesca fila por cirurgias de catarata. É o que informa a gerente de regulação da Secretaria Municipal de Saúde, Simone de Souza. “Tínhamos uma demanda de mais de 1.700 cirurgias de catarata. Fizemos mutirões, ampliamos a oferta e conseguimos fazer com que a lista praticamente zerasse. Hoje temos cerca de 500 pessoas aguardando por este procedimento. A Secretaria de Saúde consegue atender a toda esta demanda mensalmente. A espera dura cerca de 30 a 50 dias, período em que os pacientes fazem o pré-operatório”, explicou Simone. Já com relação a grande quantidade de pessoas aguardando por cirurgias ortopédicas, Simone argumenta que são vários os fatores que fazem com que a lista engrosse. “Temos uma demanda enorme que cresce todos os dias. Estes são procedimentos mais caros, que precisam ser liberados, muitas vezes, pela Secretaria de Estado da Saúde, ou pelo Ministério da Saúde. Muitos casos envolvem a compra de próteses, que também são caras e precisam ser autorizadas. Por isso, acaba demorando um pouco mais”, esclarece. Entretanto, segundo a responsável pela regulação da Secretaria Municipal de Saúde, a Prefeitura e o Hospital Municipal São José, vem buscando formas de promoverem um grande mutirão de cirurgias ortopédicas que reduziria a fila de espera. Ela cita também que só o Hospital São José, por exemplo, faz todos os dias cerca de 70 a 100 novos pedidos de procedimentos cirúrgicos nas mais diversas especialidades. Dilema é esperar O aposentado José Roberto Dias, 53 anos, sabe bem o dilema que é ficar esperando por cirurgias. Há anos ele aguarda por uma cirurgia vascular, mas o nome dele nem está mais na listagem “Estou aguardando por três cirurgias importantes, uma para tratar o câncer de pele, outra para varizes internas e também para retirar uma hérnia. A gente corre a cidade para providenciar a documentação exigida pela Secretaria Municipal de Saúde, mas nada dos procedimentos serem marcados. Fico preocupado e sem saber o que fazer”, comenta o aposentado que vive no bairro Paranaguamirim, em Joinville. Fila unificada Desde outubro do ano passados as listas de espera por cirurgias em Joinville e todo o Estado estão sendo integradas e o processo deve dar mais transparência. Até então, alguns procedimentos ficaram listados em uma relação da Secretaria Municipal de Saúde e outros em listagens da Gerência Regional de Saúde. “Agora todos as especialidades cirúrgicas que demandem internação, ficarão em uma única lista. O usuário do SUS que aguarda por procedimentos já pode consultar seu lugar na fila, basta entrar no site, listadeespera.saude.sc.gov.br e por meio do número do cartão do SUS fazer a busca”, comenta a gerente de regulação da Secretaria Municipal de Saúde de Joinville, Simone de Souza. Ela finaliza dizendo que a inserção de dados nesta listagem tem sido feitos de forma gradativa, em parceria com a Secretaria do Estado da Saúde. A previsão que tudo seja finalizado nos próximos meses.