Após definir testagens da Covid-19 para os trabalhadores do comércio, galerias comerciais, academias, da rede municipal de saúde, assistência social, e infraestrutura, Comcap, agora, novamente em parceria com o Movimento Floripa Sustentável, a prefeitura de Florianópolis inicia a partir desta terça-feira, 28, a testagem em 777 Militares.

Desses, 600 testes serão em policiais militares que atuam nos três batalhões da PM no município e 177 serão em bombeiros militares do 1º batalhão, responsáveis pela área operacional da corporação na Capital.

A iniciativa ocorre após um pedido da Associação dos Praças do Estado de Santa Catarina e do Comando da 1ª Região de Polícia Militar ao prefeito Gean Loureiro. Os testes serão do Tipo RT PCR e será feito no Mercado Público de Florianópolis, em um espaço amplo e arejado, como já vinha sendo feito.

As coletas serão realizadas durante todo o dia, de terça a sexta-feira, para evitar filas. Os resultados ficam prontos em até 48 horas e todos os profissionais que testarem positivo serão afastados das suas atividades e serão acompanhado pela Vigilância Epidemiológica da Capital.

Os testes são fornecidos pela empresa de biotecnologia Neoprospecta e sua spin-off BiomeHub, a partir de doações do Movimento Floripa Sustentável, por meio do Fundo Empresarial para Reação Articulada de Santa Catarina Contra o Coronavírus (Fera-SC), e Vale S/A.

 

Serviço

  • O quê: Testagem para Covid-19 dos Bombeiros e Policiais Militares;
  • Onde: Mercado Público de Florianópolis;
  • Quando: De terça a sexta-feira, das 10h às 17h;

 

Cronograma

  • Terça (28) - das 13h às 17h - Polícia Militar
  • Quarta (29) - das 10h às 12h e das 13 às 17h - Polícia Militar; das 10h às 12h e das 13 às 17h - Bombeiros
  • Quinta (30) - das 10h às 12h e das 13 às 17h - Polícia Militar; das 10h às 12h e das 13 às 17h - Bombeiros
  • Sexta (31) - das 13h às 17h - Bombeiros; das 13h às 17h - Polícia Militar

 

 

Quer mais notícias do Coronavírus COVID-19 no seu celular?

Mais notícias você encontra na área especial sobre o tema:

Receba as notícias do OCP no seu aplicativo de mensagens favorito:

WhatsApp