A Fundação do Meio Ambiente divulgou nesta semana um novo relatório de balneabilidade e a maioria das praias do Norte Catarinense foi considerada própria para banho. Destaque para as cidades de Balneário Barra do Sul, Itapoá, Joinville e Piçarras que não tiveram nenhuma restrição a receber banhistas. A exceção ficou por conta de alguns pontos da orla de Barra Velha, Penha e São Francisco do Sul, que tiveram a qualidade da água considerada imprópria. As análises ocorreram nos dias 18 e 19 de dezembro em todo o litoral catarinense. Dos 215 pontos de coletas, 167 foram considerados próprios e 48 impróprios para banho. De acordo com a Função do Meio Ambiente, os avisos de balneabilidade são feitos a partir dos resultados de cinco coletas realizadas pela Fatma. Para analisar as condições bacteriológicas nas praias e balneários, são utilizados os parâmetros coliformes termotolerantes e escherichia coli, que indicam contaminação fecal, além da contagem de cianobactérias, organismos que podem causar intoxicações. A água está própria para banho quando os resultados de quatro ou mais das últimas cinco amostras coletadas no mesmo local constatarem quantidade de coliformes termotolerantes igual ou menor de mil ou quantidade de escherichia coli menor ou igual de 800 por 100 mililitros. Confira como ficaram as cidades do Litoral Norte em relação a balneabilidade Araquari: não há testes da Fatma na praia e lagoa do Itapocu. Balneário Barra do Sul: três pontos foram mapeados que classificou todos como próprios para banho, inclusive na área do Linguado na Costeira e na Boca da Barra. Barra Velha: dos quatro pontos monitorado pela Fundação, dois estavam impróprios para banho. São eles: A Lagoa de Barra Velha, e o Ponto 3 da Praia de Barra Velha, que fica na rua Dr. Plácido Gomes de Oliveira, 336. Itapoá: quatro pontos foram analisados para Fatma, todos considerados próprios para banho. Joinville: a análise é feita na região da Vigorelli, próximo ao trapiche. Por lá a situação da água da Babitonga foi considerada própria para receber banhistas. Penha: dos 11 pontos monitorados pela Fundação do Meio Ambiente três foram atestados como impróprios. Eles ficam na Praia da Armação do Itapocoró, em frente à rua Blumenau, 5450, na região conhecida como Praia da Fortaleza; Praia da Armação do Itapocoró, em frente a rua Maria Emília Costa e na Praia de São Miguel, em frente à rua Arno Becker Piçarras: os dois pontos de monitoramento da Fatma, na orla da cidade apresentaram qualidade da água própria para banho. São Francisco do Sul: dos nove pontos monitorados, dois são impróprios. Eles ficam na Praia do Paulas, em frente ao Praça da Figueira e em frente a Praça do Inglês. *Reportagem de Windson Prado