O frio que está atingindo parte do hemisfério Sul não só parece fora do normal, ela realmente tem algo fora do comum. A onda polar registrada no início desta semana na região Centro-Sul do Brasil, Argentina, Uruguai e Paraguai trouxe a maior anomalia negativa de frio no mundo fora dos polos.

Segundo informações do portal de meteorologia Metsul, existem algumas áreas de temperatura abaixo da média nas Planícies Centrais dos Estados Unidos, no Norte do Canadá e na parte central da Rússia.

Porém, em nenhum lugar do planeta Terra as temperaturas estão tão abaixo da média, fora das regiões polares, como na parte central da América do Sul. Isso é por causa do efeito da poderosa massa de ar polar que cobre a maior parte dos países do cone Sul da América.

Dia mais frio do ano

Em Santa Catarina nesta terça-feira (29), foi registrado o dia mais frio do ano no Brasil, no município de Bom Jardim da Serra que chegou a -7,5°C, às 7h.

De acordo com a Defesa Civil de Santa Catarina, em Urupema a mínima foi de – 6,5°C, em Urubici foi de -5,3°C e em São Joaquim foi de -4,1°C.

A primeira neve do ano aconteceu na Serra catarinense, na segunda-feira (28), em São Joaquim. Também na segunda, a neve caiu em locais pouco acostumados ao fenômeno como o Noroeste da província de Buenos Aires e o Sul da província de Santa Fé, na Argentina.

Por outro lado, chama a atenção as altas temperaturas registradas no Noroeste do Estados Unidos e na região de British Columbia, no Canadá. O Canadá registrou nesta segunda a maior temperatura da sua história com 46°C na localidade de British Columbia.

Foto: Metsul/Reprodução

Como mostra o mapa acima, grande parte da Antártida está mais fria do que a média. Enquanto no Ártico a temperatura está 0,5°C acima da média, na Antártida a temperatura está 3,2°C abaixo da média. Isso contribui para que o Hemisfério Norte esteja 0,5°C acima da média, enquanto o Hemisfério Sul registre temperatura 0,5°C abaixo da média.

Onda de frio deve continuar

A Defesa Civil de Santa Catarina alerta a população sobre a atuação de uma intensa massa de ar frio, que mantém a condição para temperaturas baixas no estado no decorrer desta semana.

O amanhecer de quarta-feira (30) também será de frio intenso e formação de geada ampla no estado. As temperaturas mínimas ficam próximas ou abaixo de 0°C entre o Extremo Oeste e os Planaltos. Nas demais áreas variam de 2°C a 6°C .

A partir de quinta-feira (1º), as temperaturas aumentam gradualmente, mas o frio ainda deve persistir nos períodos da noite e da manhã.

Mar agitado e alagamentos costeiros

Um ciclone no mar na altura do Rio Grande do Sul favorece condições para ventos fortes, com rajadas em torno de 80 km/h na região do oceano. Por isso, há risco de mar muito agitado no Litoral de Santa Catarina entre esta terça (29) e quarta-feira (30).

As ondas estão vindo da de direção Sul e teme altura de 2,5 metros a 3 metros entre o Litoral Sul e a Grande Florianópolis, com picos de até 3,5 metros no Litoral Sul.

Assim, o risco para ocorrências associadas ao mar muito agitado e ressaca é alto na área em laranja do mapa abaixo e moderado na área em amarelo.

A Defesa Civil destaca, ainda, que a combinação de maré astronômica com a agitação do mar favorece condições para alagamentos costeiros entre Balneário Camboriú e Itajaí.