Aumentou o número de pacientes à espera de um leito de UTI Covid-19 na macrorregional de Criciúma, que também engloba as regiões de Tubarão e Araranguá.

Segundo boletim divulgado pelo Governo do Estado, hoje há 35 hospitalizados no aguardo, quatro a mais que ontem e 11 a mais que domingo.

Os hospitais, Nossa Senhora da Conceição, de Tubarão; e o São José, de Criciúma, são, respectivamente, os que mais registram pacientes na fila para tratamento na terapia intensiva.

Das 16 unidades hospitalares do Sul catarinense, somente duas delas não têm hospitalizados à espera: o Hospital de Caridade São Roque, de Morro da Fumaça; e o Hospital Municipal Henrique Lage, de Lauro Müller.

Confira